Esporte premia melhores do futsal e futebol 2013

A premiação dos Melhores do Ano do Futsal e Futebol Botucatuense – 2013, realizada, no ginásio da Associação Atlética Ferroviária (AAF), pela Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, contou com a presença de mais de 300 pessoas (entre autoridades, dirigentes de clubes, atletas e familiares).

Na oportunidade foram distribuídos os calendários dos campeonatos de Futsal e Futebol 2014. Também foram feitas homenagens aos parceiros e a outras duas pessoas estreitamente ligadas historicamente com o futebol de Botucatu: Josey de Lara Carvalho (ex-vereador falecido em novembro de 2013) e Adolfo Egídio Justi Barros (alagoano de 80 anos, radicado em Botucatu desde 1943 e que atuou por inúmeros times da Cidade e região).

Os premiados de cada categoria foram eleitos pelas equipes e dirigentes que acompanharam as modalidades no decorrer do ano passado. Para se ter ideia, apenas os campeonatos de futebol séries A e B, que em 2009 registraram 16 times e cerca de 400 atletas, envolveram em 2013 aproximadamente 1.500 jogadores distribuídos em 46 equipes, um recorde para o futebol amador local.

Em seu discurso, o prefeito João Cury Neto valorizou o comprometimento dos dirigentes, atletas, parceiros como a Sabesp e GCM, além de toda a equipe da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer no resgate do futebol botucatuense. Também aproveitou para anunciar mais investimentos ? modalidade.

“Antigamente o futebol era sinônimo de bagunça e violência. Hoje envolve mais de 5 mil pessoas. Isso é organização e amor pelo esporte. Por outro lado o Poder Público tem o dever de dar apoio. Investimos cerca de R$ 300 mil por ano para o futsal e futebol e até 2016 Botucatu vai ter o primeiro campo oficial de futebol com grama sintética”, afirma.

A proposta é que o campo de grama sintética seja construído na Praça Heróis do Araguaia, no Jardim Monte Mor, região Norte de Botucatu. Ele será viabilizado por emenda do deputado federal Carlos Sampaio junto ao Ministério dos Esportes, no valor de R$ 1 milhão. A intenção do Poder Público Municipal é acelerar toda a parte de documentação exigida pelo governo federal para que a licitação da seja aberta ainda neste ano.