Equipe do Monte Mor leva o título na Copa dos Campeões

Quem esteve no Estádio, ao estádio “Dr. Acrísio Paes Cruz”, da Associação Atlética Ferroviária (AAF) na tarde do último domingo assistiu uma grande partida de futebol que decidiu o título da Copa dos Campeões 2011, competição promovida pela Secretaria Municipal de Esportes e Lazer. Em campo os times do Serra Negra F.C, do técnico Edu Silva que armou o time no esquema 3-5-2 e Monte Mor F.C., orientada pelo técnico Clodoaldo Cardoso, que veio com o esquema 4-4-2.

Em jogo muito disputado e com lances de rara emoção para as duas torcidas e comissão técnica, os times mostraram em campo porque chegaram ? final, com grande equilíbrio técnico. Por isso, o jogo foi bastante acirrado e aos 34´26, numa jogada trabalhada pela direita o lateral Ratinho abriu o marcador para o Monte Mor FC.

E quando tudo parecia que iria terminar no gol isolado de Ratinho, o meio campista Biro fez um gol de placa. Ele “roubou” a bola na linha intermediária de sua defesa, invadiu o campo adversário em grande velocidade, entrou na área e com muita categoria colocou a bola no canto esquerdo da equipe adversária: 2 a 0.

Em desvantagem, a equipe do Serra Negra FC voltou para o segundo tempo disposta a virar o marcador e o técnico promoveu várias substituições buscando alternativas para reverter o placar. Tanto fez que, aos 28´02, através de Rodrigo que havia acabado de entrar em campo, diminuiu o marcador: 2 a 1. Nos minutos restantes, por três vezes o Serra Negra chegou muito perto do gol de empate que levaria a decisão ? cobrança de penalidades máximas. Entretanto, o goleiro Gordinho impediu o empate fazendo duas defesas “milagrosas” e contou com a sorte com uma bola no travessão.

Quando o juiz da partida Alex Duarte, auxiliado pelos assistentes Sérgio Benedito da Silva e Silvio Henrique Camargo Amaral, apitou o final da partida, os jogadores do Monte Mor fizeram uma grande festa. Do outro lado, cabisbaixos, os atletas da Serra Negra, reconheceram a vitória do adversário. Apesar da rivalidade, houve o respeito mútuo entre os jogadores das duas equipes durante todo o jogo.

O técnico Clodoaldo Cardoso com o esquema 4-4-2 foi campeão escalando Gordinho, Mosquito, Renan, Peu e Jefinho (Kanu); Elder (Éto), Fernando (Barbosa), Biro (Ulisses) e Rafa; Spana (Kiko) e Rodolfo. Também compuseram o banco de reservas: Douglas, Jú, Wagner, Daniel, Rafael e Jean. “Foi uma partida muito disputada, pois as duas equipes se equivalem e tem grandes jogadores. Só posso agradecer e parabenizar meus atletas que jogaram com muita raça e determinação e souberam nos momentos mais difíceis segurar o resultado”, avaliou Cardoso.

Já Edu Silva com o esquema 3-5-2 levou ? campo: Maguila, Maurílio (Enzo), Galeano (Marcos) e Dário; Paulo (José Reinaldo), Wesley, Índio (Cláudio), Lelo (Betão) e Nikiba (Rodrigo): Felipe (Wellington) e Digão. Completam a equipe: Fred, Adriano, Victor e André. “Infelizmente não deu. Fizemos tudo que podíamos para virar o resultado abafando a equipe adversária no seu campo, mas não conseguimos converter em gols as oportunidades que criamos. Ninguém queria esse título mais que eu, mas futebol é assim mesmo e temos que aceitar o resultado, pois o Monte Mor tem uma equipe de excelente nível técnico”, frisou Silva que fez um discurso emocionado aos seus jogadores, valorizando o vice-campeonato.

Vale lembrar que no dia 20 de fevereiro, o time do Vila Real/Itatinga já havia conquistado o terceiro lugar da competição após disputa de pênaltis contra a equipe do 7 de Setembro.

Fotos: Macaru