Equipe de Botucatu vence o Haka Mini Race

A equipe da academia Espaço ELO fez bonito durante o final de semana de esporte e aventura promovido durante o Haka Mini Race. A competição, que é uma das que mais exige de seus participantes, viu a academia botucatuense terminar a etapa com o maior número de participantes inscritos. Além disso, a dupla masculina sagrou-se campeã na categoria que é considerada a mais concorrida.

Na disputa da competição, que reuniu durante a etapa do Circuito Terra da Aventura de Botucatu, as modalidades de corrida, mountain bike, trekking, técnica vertical e navegação (orientação por bússola e mapa). O percurso teve pouco mais de 15 quilômetros e contou com as categorias solo, dupla masculina e dupla mista. O Espaço ELO participou com nove duplas e dois atletas na categoria solo, totalizando 20 membros.

Na categoria solo, representaram a equipe as atletas: Emanuela de Almeida e Diana Laocata. Na categoria mista, formaram as duplas os atletas: Rodrigo Chiarelli e Alessandra Chiarelli, Evandro Galhardo e Mariana Prosdocinni, José Junior e Amanda Campolin, e Thiago Peduti e Rafaela Prado. Na categoria masculino, as duplas foram: Paulo Negrette e Ruy Seabra, André Santana e Felipe Santana, Diego dos Santos e Fernando Evola, Edvaldo Garcia e Mário Basso, e Renato Danola e Valmir Coutinho.

Campeões na categoria dupla masculina, o competidor e professor da academia, Paulo Negrette, destaca as dificuldades do evento. “Foi uma prova bastante técnica, com bastante desnível, corridas em trechos de rio e rodovia, além do ciclismo. Entramos como sempre, para completarmos a prova e superarmos nossas marcas, mas no decorrer do percurso, tivemos a real sensação de que a vitória poderia estar próxima e nos dedicamos ainda mais”, explica. “Felizmente tudo se confirmou e fomos campeões”, completa o atleta, que formou dupla com Ruy Seabra.

Feliz com o resultado apresentado, Thiago Peduti, um dos responsáveis pela equipe, se mostrou bastante satisfeito. “Foi um dia muito especial. Não só pela vitória da dupla masculina, que com certeza é a disputa mais complicada, mas por conseguirmos mostrar a nossa união”, comenta. “Fomos a maior equipe da competição e felizmente, todos completaram a prova em segurança e com ótimos resultados, o que nos motiva ainda mais e nos enche de orgulho”, concluiu.