Dupla feminina consegue bom resultado no Rally Cuesta Off-road

O Rally Cuesta Off-road que está sendo realizado neste final de semana, em Botucatu, teve um grid composto por 28 carros, Helena Deyama e Joseane Koerich deram um toque feminino na disputa da primeira etapa da prova. Competindo pela categoria Super Production, a dupla terminou o dia na 4ª colocação e segue confiante para a última etapa antes do Rally Internacional dos Sertões.

Em uma prova de cross-country é alto o nível de exigência e dificuldade da prova, onde os equipamentos de segurança são itens obrigatórios, e fundamentais para disputa do certame que reuniu algumas das principais feras do off-road nacional. Para Helena Deyama, a etapa foi mais um teste para a dupla, que demonstra cada vez mais entrosamento para enfrentar os novos desafios.

“Foi uma prova de testes, tanto físicos, quanto para o carro. Verificamos que o Mitsubishi L200 ainda tem alguns ajustes para serem feitos para os Sertões. Mas foi uma prova deliciosa, com muitos saltos. Os equipamentos de segurança foram essenciais. Dessa vez esqueci de colocar a cinta abdominal que protege a lombar, e após quase 130 quilômetros com muitas lombas e saltos, vi a importância do uso desse equipamento, que é indispensável para esse tipo de prova”, relatou a experiente piloto.

Outro equipamento obrigatório, e que segundo Helena dá tranquilidade durante as disputas, é o Hans, dispositivo em formato de U, que se encaixa sob a nuca dos pilotos, e protege o pescoço de possíveis impactos. “Demorou um pouco para que me acostumasse a usar o Hans, pois ele limita um pouco a visão, tanto para direita, quanto para a esquerda. Mas a segurança que ele dá é grande, protege durante a corrida a coluna cervical, não deixando receber pancadas bruscas. Já uso há mais de três anos, e não fico mais sem”, completou.

Para Josi foi mais uma oportunidade de comprovar que a dupla está no caminho certo. “Hoje foi tudo perfeito, piloto, navegador, e o carro que estava ótimo. Estamos bem entrosadas, treinamos constantemente para os desafios das provas do brasileiro, e principalmente visamos essas disputas como preparação para os Sertões, e hoje deu tudo certo”, concluiu a navegadora.

O Rally Cuesta Off-road terá sua segunda etapa disputada neste domingo, passando novamente por propriedades particulares de reflorestamento de eucalipto e pela Serra da Cuesta.

{n}Resultado 1ª Etapa Rally Cuesta Off-road (9ª etapa do Brasileiro)

Geral dos Carros:{/n}

1) José Helio Rodrigues/Kleber Cincea (Protótipo) – 2h01m36
2) José Sawaia/Joa Bicudo (Pro Etanol) 02h03m14s
3) Marcos Moraes/Edu Sachs (Protótipo) 02h03m33s
4) Sven Fischer/Luis Stall – (Production) 02h07m13s
5) Regis Maia/Eduardo Pereira (Super Production) 02h07m39s
6) Luiz Facco/Glauber Fontoura(Super Production) 02h08m28s
7) Eduardo Moré/Kaique Bentivoglio (Super Production) 02h09m05s
8) Leandro Torres/Sérgio Avalone (Pro Etanol) 02h09m41s
9) Ivan Terni/Fausto Dallape (Production) 02h09m47
10) Luiz Rodrigues/Thiago Vargas (Protótipo) 02h09m55s
11) Pedro Prado/Patrick Prado (Production) 02h11m47s
12) Lucas Moraes/Beco Andreotti (Protótipo) 02h12m37s
{n}13) Helena Deyama/Joseane Koerich (Super Production) 02h12m46s{/n}
14) Willem van Hees/Doris van Hees (Production) 02h16m45s
15) Marcelo Damini/Carlos Brites (Super Production) 02h22m25s
16) João Franciosi/Rafael Capoani (Protótipo) 02h36m21s
*Resultado extra-oficial

{n}Categoria Super Production:{/n}

1) Regis Maia/Eduardo Pereira (Super Production) 02h07m39s
2) Luiz Facco/Glauber Fontoura(Super Production) 02h08m28s
3) Eduardo Moré/Kaique Bentivoglio (Super Production) 02h09m05s
{n}4) Helena Deyama/Joseane Koerich (Super Production) 02h12m46s{/n}
5) Marcelo Damini/Carlos Brites (Super Production) 02h22m25s

{n}Programação de domingo{/n}

2ª Etapa
7 ? s 8h30 – Secretaria de prova
8 horas – Largada motos e quadris
10h30 – Largada – carros e caminhões
14 horas – Previsão de chegada
15 horas – Premiação

{n}{tam:25px}Caminhões{/tam}{/n}

Último desafio antes do Rally Internacional dos Sertões, a disputa do Rally Cuesta Off-road que está sendo disputado em Botucatu, é o teste final para a Equipe Autoliner. E nos caminhões, o estreante Rafael de Souza Martinez-Conde, filho do campeão Amable Martinez-Conde Barrasa mostrou mais uma vez que está no caminho certo. Líder do brasileiro entre os caminhões leves, o piloto conquistou nova vitória na temporada a bordo do Ford F-4000, e ao lado do navegador José Papacena e do co-piloto Leandro Mota venceu a primeira de duas etapas programadas, terminando o dia com o tempo de 02h23m13s. Nos caminhões pesados, Barrasa optou por poupar Ford Cargo 1722e e usará este domingo para ajustes finais.

De olho no desafio maior em agosto, que é sua estreia no Rally dos Sertões, Rafael fez uma prova cautelosa. “Hoje nosso objetivo principal foi testar a suspensão, e tudo esteve perfeito, foi uma prova bem legal, com bastante areia, e bem mais gostosa de pilotar. Nosso entrosamento está perfeito, e amanhã vamos manter a regularidade em mais um treino para o Rally dos Sertões. Tirei um pouco o pé para não forçar o equipamento, mas nosso caminhão está preparado”, declarou o piloto que acredita que serão necessários poucos ajustes para a especial deste domingo.

Para o navegador José Papacena, a etapa teve de tudo um pouco, e exigiu bastante da equipe. “Tivemos trechos rápidos, erosões, areia, outros trechos travados, uma prova bem mista, e até cansativa. A planilha estava muito bem feita, me concentrei bastante, e não cometi nenhum pecado, foi bom para testar equipamento e a equipe. Nas últimas etapas melhoramos muito o caminhão. O que temos que melhorar agora é o amortecedor traseiro, de resto, está perfeito”, declarou.

Entre os caminhões pesados, o experiente piloto Amable Barrasa ainda busca o acerto ideal do Ford Cargo. Apesar de a equipe ter largado para a especial deste sábado, o trio preferiu por retornar ao parque de apoio, ainda no quilômetro 40, para reavaliar algumas peças e ajustar a coluna do volante e embreagem, visando a etapa deste domingo.

“Evoluímos o caminhão desde o início da temporada e apesar de não terminar a prova foi importante largar. Dá pra se imaginar várias oportunidades para se desenvolver o Ford Cargo. Nas provas como o Cuesta Off-road, você tem segurança para imprimir uma velocidade e estar concentrado para prever alguma quebra, ou testar equipamentos. Essa última etapa antes dos Sertões está sendo fundamental para a equipe, pois temos ainda um mês para finalizar ajustes”, analisou Barrasa.

Válida pelas 9ª e 10ª etapas do Campeonato Brasileiro de Rally Cross-country, o Rally Cuesta Off-road terá sua segunda etapa disputada neste domingo para as categorias – motos, quadriciclos, carros e caminhões, em mais uma especial de 128 quilômetros.

{n}Resultado 1ª Etapa Rally Cuesta Off-road – Categoria Caminhões{/n}

1) Rafael de Souza Martinez-Conde/José Papacena/Leandro Mota
2) Guido Salvini/Flavio Bisi/Fernando Ventania
3) Amable Martinez-Conde Barrasa/Evandro Bautz/Raphael Mohamed