Dezenas de botucatuenses já estão em São Paulo para mais uma São Silvestre

 

Vestido com a camiseta da prova, André Nogueira aguarda com expectativa a largada

A Corrida Internacional de São Silvestre, que é realizada tradicionalmente no dia 31 de dezembro, se tornou famosa por atrair milhares de atletas do Brasil e do exterior. São milhares de anônimos que fazem uma grande festa pelas ruas de São Paulo. Há também o contraste com os melhores fundistas do planeta que desembarcam em São Paulo em busca de altas premiações.

E dezenas de botucatuenses estarão entre os mais de 30 mil participantes inscritos da mais tradicional prova pedestre da América Latina, que este ano chega em sua 92ª edição. Um deles é o advogado André Nogueira, que participa pela segunda vez.

“Sentimento é de superação no fechamento de mais um ano de conquistas e vencimento dos obstáculos e dificuldades. Sentimento de que, assim como a linha de chagada, um novo ano de lutas e alegrias nos espera. É uma grande festa, muito mais que uma simples corrida, é a chance de lavar a alma e renovar as energias para 2017”, relata o advogado que é presidente da OAB de Botucatu.

A largada e a concentração serão na Avenida Paulista, entre as Alamedas Ministro Rocha Azevedo e Campinas. A entrega dos kits ocorreu nos dias 28, 29 e 31. O percurso é de 15 km, desafiador para todos os participantes.

Quem também vai se arriscar na nesta edição é o vereador Izaias Colino. O parlamentar, que fará sua primeira prova, está encarando o desafio como uma recompensa pelo ano atribulado. “É uma atmosfera diferente, de festa e confraternização. Para mim em especial servirá como um desafio, ou seja, vencer meus próprios limites. Gosto de desafios e este vou encarar com muito prazer. É uma forma de encerrar bem um ano de muito trabalho como foi 2016”, comentou.

Marcha Lenta com 15 atletas em São Paulo

Já a equipe Marcha Lenta está em São Paulo com 15 atletas no total. Entre eles está o eletricista automotivo Arilson Oliveira, de 42 anos. Estreante, ele relata que correr essa prova nas ruas de São Paulo era um sonho de infância.

“Na verdade desde pequeno acompanho a São Silvestre e é o sonho de todo atleta correr e completar essa prova. Estou muito ansioso e espero concluir bem. É a prova mais difícil e um sonho que vou realizar”, relata Arilson.

Rafael Granciero e Arílson Oliveira correm pela primeira vez

Outro que irá debutar na São Silvestre é o técnico em informática Rafael Granciero, que se preparou durante 2 meses para a tradicional corrida. Ele também não esconde a expectativa. “Sempre pensei um dia tentar correr a São Silvestre. Sempre via pela televisão e nunca me imaginei aqui, mas esse ano decidi correr e espero fazer uma ótima corrida”, disse o atleta da equipe Marcha Lenta.

“Os dois estão correndo pela primeira vez aqui e estão vibrando com a oportunidade. Nossa equipe está aqui em São Paulo com 15 atletas. Vamos fazer uma grande festa neste sábado”, diz Róbson Nóbrega, coordenador do grupo Marcha Lenta.

Ônibus de Botucatu e Barduco largando na elite

A Secretaria de Esportes Lazer e Turismo disponibilizou um ônibus, que irá sair na madrugada deste sábado, 31, para levar mais 12 atletas de Botucatu. Há estimativa de que 60 botucatuenses participem da 92ª São Silvestre.

Entre os atletas de elite, estará mais uma vez Marildo José Barduco. Em 2016 ele ficou na 118ª posição. Lembrando que na edição de 2007 o fundista botucatuense foi o 5º colocado, sendo na oportunidade o melhor brasileiro da prova.

A prova de São Silvestre

A prova foi idealizada pelo jornalista Cásper Líbero, ainda no ano de 1924 e foi realizada até mesmo durante a Revolução Constitucionalista de 1932 e a Segunda Guerra Mundial.

O percurso de 15 km passa por alguns dos principais pontos turísticos da cidade de São Paulo, com largada na Avenida Paulista, altura da Rua Frei Caneca e chegada ocorre em frente ao prédio da Fundação Cásper Líbero.

O mapa do percurso atual está disponível no site oficial da prova www.saosilvestre.com.br. A primeira largada será às 8h20 para os cadeirantes. Entre as mulheres, a chamada elite deve sair às 8h40. A elite masculina e demais participantes devem largar às 9 horas.