Desfibrilador cancela clássico regional feminino

Falta de desfibrilador no campo para uma eventual emergência. Foi este o motivo do cancelamento do jogo entre as equipes femininas da Associação Botucatuense de Desporto (ABD) e América Futebol Clube de São Manuel. O desfibrilador é um equipamento utilizado na parada cardiorrespiratória com objetivo de restabelecer ou reorganizar o ritmo cardíaco.

A partida seria válida pela 2º etapa do Campeonato Paulista do Interior. As duas equipes (que já se enfrentaram quatro vezes resultando em quatro empates) disputavam a liderança e estavam ambas com três pontos ganhos, já que estrearam com vitória na 1ª etapa.

O técnico de Botucatu, Renato Moral (foto), assim como o de São Manuel, Edson Castro, estavam com suas respectivas equipes escaladas e prontas para a partida. Entretanto, o trio de arbitragem entrou em campo e aguardou o tempo determinado pela Federação Paulista de Futebol (FPF), para que a equipe local conseguisse o aparelho. Como isso não aconteceu, o jogo foi cancelado.

Agora o relatório será encaminhado ? Federação que irá julgar o caso e quais serão as alegações da diretoria da equipe de São Manuel, mas a probabilidade maior é que Botucatu seja declarada vencedora por WO e compute três pontos na classificação geral e assuma a liderança isolada do campeonato.

“Foi uma pena isso ter acontecido, já que as duas equipes estavam prontas para a partida. Viemos para jogar e buscar os pontos dentro de campo. Porém, esse aparelho é uma exigência para a equipe mandante do jogo. Vamos aguardar qual vai ser a decisão da Federação”, comentou o técnico botucatuense, Renato Moral.