Crianças e adolescentes estarão no projeto “Segundo Tempo”

Os primeiros profissionais de Educação Física e estagiários da área começaram a ser contratados e a receber as primeiras capacitações para o programa “Segundo Tempo” em Botucatu. As atividades, na prática, devem iniciar em meados do mês de agosto próximo e irão beneficiar até 4 mil crianças e adolescentes da Cidade.

O Segundo Tempo faz parte do programa estratégico do Governo Federal, por intermédio do Ministério do Esporte, que visa democratizar o acesso ? prática e cultura da atividade física de forma a promover o desenvolvimento integral de crianças, adolescentes e jovens, como fator de formação da cidadania e melhoria da qualidade de vida, prioritariamente em áreas de vulnerabilidade social.

No Município, o programa deverá contratar até 40 professores de Educação Física e outros 40 monitores que estarão responsáveis pela elaboração e execução dos planos pedagógicos e das atividades junto aos alunos, no contra turno escolar (manhã e tarde).

Serão oferecidas modalidades coletivas (basquete, handebol, futsal e voleibol), individuais (dama e xadrez), além de atividades complementares como oficinas culturais/educativas e orientações de saúde. A gestão dos profissionais que atuarão no Segundo Tempo em Botucatu é feita pela Service Syde, empresa de Recursos Humanos, contratada por meio de licitação pública.

Ao todo serão 40 grupos de atividades, que poderão atender 100 alunos cada, e que estarão vinculados ? dez núcleos (escolas) que servirão de referência para uma específica região da Cidade. As atividades serão desenvolvidas em espaços cedidos pelo Poder Público, em parceria com entidades do terceiro setor e iniciativa privada.

Os núcleos são as seguintes unidades escolares: Raymundo Cintra (Distrito de Vitoriana); João Queiroz Marques (Distrito de Rubião Júnior), Nair Amaral (24 de Maio), Jonas Alves de Araújo (Comerciários), Américo Virgínio dos Santos (Cecap), Martinho Nogueira (Boa Vista), Paulo Guimarães (Jardim Brasil), Angelino de Oliveira (Vila Antártica), José Antonio Sartori (Jardim Eldorado), e Luiz Tácito Virgínio dos Santos (Jardim Flamboyant).

Em Botucatu serão 12 meses de atividades práticas aos alunos distribuídas em nove horas semanais. Através do programa são providenciados os materiais a serem utilizados nas práticas desportivas como bolas, redes, cones, uniformes, entre outros. Lanches também serão servidos ? s crianças e adolescentes participantes.

O convênio do Segundo Tempo entre Ministério do Esporte e Botucatu foi assinado em 2009 com valor estipulado em R$ 1.465.675,00. O Poder Público Municipal, através da Secretaria Municipal de Educação, providenciou a seleção dos profissionais interessados em participar do programa e o envio de todos os documentos e informações obrigatórias exigidas pelo Governo Federal, que somente dia 31 de maio passado emitiu um termo autorizando o início do programa no Município.