Corintianos comemoram o seu 27º título paulista

Fotos: Valéria Cuter

Na noite deste domingo (19), corintianos botucatuenses, mais uma vez, fizeram da Avenida Dom Lúcio o palco para a comemoração do 27º título do Campeonato Paulista de sua história ao empatar com Santos, na Vila Belmiro em 1 a 1. No primeiro jogo disputado domingo passado no Estádio do Pacaembu, em São Paulo, o Corinthians venceu a partida por 2 a 1 e viajou para Santos precisando apenas de um empate. Na contagem dos dois jogos o placar foi de 3 a 2.

Os dois times fizeram um primeiro tempo bastante movimentado e se equivaleram. Aos 27min, Felipe Ânderson cruzou a bola pela direita para a área, Durval escorou para o centro da área e Cícero mandou de meia-bicicleta para o gol, inaugurando o placar.

A festa santista, porém, durou apenas dois minutos. Romarinho foi acionado em velocidade e foi travado por Rafael no chute e a bola sobrou para Danilo, que bateu para o gol e empatou o jogo. Aos 41min, o Corinthians por pouco não desempatou com Paulinho que cobrou falta no travessão de Rafael. Um minuto depois, Danilo fintou pela esquerda e chutou forte, acertando mais uma vez a trave superior da equipe santista.

No segundo tempo, o panorama da partida não mudou e ambas as equipes criaram oportunidades para marcar, mas apesar de conseguirem boas jogadas, os atacantes erraram nas conclusões e não conseguiram alterar o marcador construído no primeiro tempo e o empate deu mais um título ao Corinthians.

Antes do final do jogo a torcida corintiana protagonizou uma cena triste arremessando sinalizadores ao gramado obrigando a arbitragem a paralisar as atividades. Os santistas também reclamaram bastante da atuação árbitro Guilherme Ceretta de Lima (SP).

O jogo marcou duas situações distintas entre os atletas das duas equipes. Os do Santos sonhavam em conquistar o inédito tetra campeonato e os do Corinthians desejavam arrebatar o seu 27° título para esquecer a sua eliminação das oitavas da Copa Libertadores de América, diante do Boca Juniors e da desastrosa arbitragem do paraguaio Carlos Amarilla.

{n}Ficha técnica{/n}

Santos 1 x 1 Corinthians

Gols

Santos: Cícero, aos 27min do primeiro tempo
Corinthians: Danilo, aos 29min do primeiro tempo

Santos – Rafael; Bruno Peres, Edu Dracena, Durval e Léo; Renê Júnior (Patito Rodríguez), Arouca, Cícero e Felipe Anderson; Neymar e André (Miralles). Treinador: Muricy Ramalho.

Corinthians – Cássio; Alessandro, Gil, Paulo André e Fábio Santos; Ralf, Paulinho; Romarinho (Alexandre Pato) e Danilo; Emerson (Edenílson) e Guerrero (Douglas). Treinador: Tite.

Local – Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP)
Árbitro – Guilherme Ceretta de Lima (SP)
Assistentes – Marcelo Carvalho Van Gass (SP) e Danilo Ricardo Simon Manis (SP)

Renda/Público – R$ 867.256, 62 / 14.740 pagantes

Cartões Amarelos – Renê Júnior (SAN); Cássio, Fábio Santos, Edenilson e Romarinho (COR)