Comitê dos Jogos Olímpicos faz visita a Botucatu

 

A participação de Botucatu nas festividades que antecedem os Jogos Olímpicos – Rio 2016 está cada vez mais próxima. Na manhã desta terça-feira (1° de setembro), o Prefeito João Cury Neto recebeu a primeira visita de representantes do comitê organizador do evento, que acontece de 5 a 21 de agosto do próximo ano. O termo de adesão para a participação do Município no revezamento da tocha olímpica deverá ser assinado nos próximos dias.

Após os acertos finais na documentação, dados como número de participantes, percurso, quilometragem e data serão definidos em uma próxima visita, que deve ocorrer ainda neste ano. A previsão para a chegada da tocha olímpica à Cidade é para o mês de julho de 2016. Ao todo, 300 cidades das mais de 5 mil existentes no Brasil foram escolhidas para tal honraria.

Entretanto, os interessados em carregar a tocha olímpica já podem realizar suas inscrições através dos sites das três patrocinadoras oficiais dos Jogos: Coca Cola; Nissan e Bradesco. Cada empresa tem suas exigências e campanhas específicas para todo o País, o que não impede da inscrição ser realizada pela mesma pessoa nos três sites. 

“A reunião foi muito boa. Esse encontro com o comitê marca o início da preparação de Botucatu para receber a chama olímpica. Será um trabalho de um ano, que trará um evento desse porte para toda a população. E assim, juntos com todo o Brasil, poderemos fazer parte dessa grande festa, destaca Cury.

A passagem da tocha olímpica por Botucatu foi viabilizada pelo secretário Municipal de Esportes, Lazer e Turismo, Antonio Carlos Pereira (foto) que esteve em Brasília reunido com o Ministro do Esporte, George Hilton, e o Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos – Rio 2016.  Na ocasião, o Município recebeu o convite para participar do revezamento da tocha que marca a 31ª edição dos Jogos Olímpicos.

“A previsão para a chegada da tocha olímpica à Cidade é no mês de julho de 2016, porém a data ainda não está definida”, diz Pereira.  “O percurso será de aproximadamente cinco quilômetros e a cada 200 metros um cidadão botucatuense, predominantemente, esportista do presente ou do passado,  carregará a tocha”,  complementa o secretário.