Centro de Inclusão será entregue em abril de 2014

Nesta terça-feira (18) completam 40 dias de início das obras dos Centros de Inclusão ? pessoa com deficiência em Botucatu. A construção deste complexo, na área anexa ao ginásio municipal de esportes “Dr. Mário Covas Júnior”, no Bairro Alto, é viabilizada por meio de dois convênios firmados entre o Governo do Estado por meio do governador Geraldo Alckmin e a Secretaria Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Linamara Rizzo, e a Prefeitura de Botucatu. A empresa 2N Engenharia foi vencedora das licitações das duas obras.

O Centro de Inclusão Esportiva contará com salão de fisioterapia, vestiários, administração, piscina de hidroterapia (aquecida) e piscina semiolímpica com quatro raias (aquecida). Ele está sendo construído ao valor de R$ 1.256.093,86, dividido entre Governo do Estado e Prefeitura.

Já o Centro de Tecnologia e Inclusão Social contempla salas para oficinas de orientação profissional, cultural (teatro/vídeo), artesanato, tecnologia em informação e comunicação, Acessa São Paulo, pátio de convivência, sanitários adaptados, recepção, diretoria, secretaria e anfiteatro para 200 pessoas. Para execução da obra o Governo do Estado investe R$ 1.776.581,33.

Conforme os termos dos convênios, a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência é responsável pelo repasse dos recursos, enquanto a Prefeitura de Botucatu realiza as obras de construção do novo complexo no Município. Segundo o secretário de Esportes e Lazer, Antonio Carlos Pereira, as obras seguem em ritmo acelerado. “A expectativa é que até abril de 2014 as obras estejam concluídas”, estima.

O prefeito João Cury Neto destaca que Botucatu terá o privilégio de contar com centros que atenderão toda a região. “Há muitas pessoas com deficiência que estão em casa, esperando uma oportunidade para ingressar no mercado de trabalho. É para essa gente que vamos trabalhar”, declara.