Campeão das piscinas vai competir em travessias

O ano 2013 foi inesquecível para o nadador máster Henrique Reis da Associação Atlética Botucatuense (AAB) que fez uma temporada impecável e conquistou tudo o que era possível em sua categoria. O atleta ganhou medalhas em todas as 83 provas que disputou válidas pelo Campeonato Brasileiro, Campeonato Paulista, Circuito Paulista da Capital e Circuito Unami (Interior). Foram 67 medalhas de ouro, 13 de prata e de bronze (veja detalhes abaixo).

Apesar do sucesso nas piscinas Henrique Reis vai mudar o foco em 2014 e buscar novos desafios. O nadador pretende continuar participando das 10 etapas do Circuito Unami, de algumas etapas do Circuito Brasileiro e Paulista, mas vai priorizar os treinamentos visando o Circuito Paulista de Travessias Aquáticas, que será disputado em 10 etapas. A primeira acontece em 19 de janeiro, em Ibiúna.

É difícil assegurar que os resultados serão os mesmos do ano passado, mas Henrique Reis está treinando forte para fazer bonito. Os treinos são individuais, já que é o único atleta que compete pela AAB nessa categoria. São cerca de 3 mil metros por dia. “Eu conheço o meu limite e respeito a minha vontade, quando não estou com vontade de nadar, não nado. Mas é difícil não ter vontade”, brinca.

O gosto pela natação é antigo. Henrique Reis aprendeu a nadar com o professor Alcino Pelegrini, que passou por Botucatu na década de 1950 e deu um impulso ao esporte local. O professor ficou conhecido posteriormente como “o homem que fez o Pelé correr”, já que foi preparador físico do time do Santos FC entre 1958 e 1964. Foi precursor em preparação física em times de futebol, novidade para a época.

A primeira vez na piscina competindo foi em 1962 com 13 anos. Até essa idade, o nadador preferia o futsal, o basquete e o vôlei. Foi integrante da segunda equipe de natação de Botucatu (o caçula da equipe), composta por Cid Teixeira, Ondamar Silva, José Teixeira e Alfredo Colenci, entre outros. Em 1º de maio de 1963 esse grupo marcou história ao participar da inauguração da primeira piscina da AAB. “Na adolescência, a natação significava divertimento. Não tínhamos pretensão de ser grandes atletas e nem apoio para isso. Hoje significa um estilo de vida, gosto de competir, mas pratico a natação pela saúde e não por glórias”, revela.

Henrique Reis nadou até 1968. Foi técnico da equipe da Veterana em 1972 e 1973. Depois disso, foram quase quatro décadas longe das piscinas até que em 2008 decidiu voltar ? s competições. No ano passado foi o atleta que mais conquistou medalhas em Botucatu.

“Considero todas as medalhas muito importantes, pois representam a dedicação aos treinos, disciplina e esforço físico. Se tivesse que escolher a mais importante, acho que seria a primeira que ganhei. A primeira medalha é que incentiva qualquer atleta a continuar”, garante.

Aos 65 anos, não pretende parar tão cedo. “Onde espero chegar? Devemos perguntar a Deus, pois se depender de mim, pretendo competir até os 90 anos. Depois disso, só nadar até os 100 anos”, responde com uma boa gargalhada.

{n}Conquistas em 2013{/n}

Campeonato brasileiro – Organizado pela Associação Brasileira Master de Natação (ABMN) e Confederação Brasileira de Desportes Aquáticos (CBDA).
– Primeira etapa (Porto Alegre): 4 ouros, 3 pratas, 1 bronze
– Segunda etapa (Rio de Janeiro): 3 ouros e 3 pratas
– Terceira etapa (Ribeirão Preto): 4 ouros e 1 prata
– Quarta etapa (Brasília): 8 ouros e 1 prata

Campeonato Paulista – Organizado pela Federação Aquática Paulista (FAP)
– 3 ouros

Circuito Paulista da Capital – Organizado pela FAP e Associação Paulista Master de Natação (APMN).
– 9 ouros e 3 pratas. Primeiro do ranking 2013

Circuito Unami – Organizado pela União dos Nadadores Master do Interior, com competições realizadas em Limeira, Campinas, Ribeirão Preto, Botucatu, Piracicaba e Santa Barbara D’Oeste. Foram 36 medalhas de ouro, 2 de prata e 2 de bronze. Terminou em primeiro no ranking por pontos com 295 pontos na categoria, primeiro no ranking por tempo na categoria. Das 15 provas realizadas no circuito, competiu em 10 delas e ficou em primeiro com o melhor tempo em 8, uma com o segundo melhor tempo e em outra com e terceiro melhor tempo.

Fonte – Erick Facioli