Botucatuenses fazem bonito em Olimpíada Brasileira

Jovens estudantes botucatuenses, mais uma vez destacaram-se no meio acadêmico, em âmbito nacional. No mês de setembro, foram divulgados os resultados da XV Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (XV OBA), realizada em todo o território nacional, no dia 11 de maio de 2012.

A OBA acontece todos os anos, sendo organizada pela Sociedade Astronômica Brasileira (SAB), em parceria com a Agência Espacial Brasileira (AEB). As provas aplicadas são divididas em quatro níveis: Nível um, para alunos do 3° ano do ensino fundamental; Nível dois, para alunos do 4° e 5° anos do ensino fundamental; Nível três, para alunos do 6° ao 9° ano do ensino fundamental e Nível quatro, para alunos do ensino médio. A dificuldade dos exames é baseada no aprendizado dos estudantes de cada ano.

Nas provas prestadas, alunos de diversas escolas de Botucatu conquistaram resultados expressivos. Foram ao todo, 23 medalhas, sendo, três de ouro, três de prata e 17 de bronze. Entre as instituições premiadas de Botucatu estão a Escola Municipal de Ensino Fundamental “Dr. João Maria de Araújo Júnior”, a Escola Municipal de Ensino Fundamental “Professora Nair Amaral”, o Colégio Santa Marcelina, o Colégio La Salle e o Centro Educacional SESI.

Os estudantes de escolas municipais conquistaram nove medalhas. Representando a EMEF João Maria, Katilyn Davatz Rossi e Eduardo Ferrari de Souza Nogueira conquistaram medalhas de bronze no Nível um. Matheus Ferraz Bueno ficou com o bronze no Nível dois. Caio Felipe Ferreira Lima, Beatriz de Santi Alves e Erick Felipe da Silva conquistaram medalhas de bronze e Gustavo Gabriel de Oliveira Trevise ficou com a prata no Nível três.

Já pela EMEF Professora Nair Amaral, a aluna Yasmin Camara Lima Chagas ficou com o primeiro lugar e a medalha de ouro e Luiza Vitoria Vicente Gonçalves ficou com o bronze, ambas no Nível um.

Para a professora Lilia do Nascimento Arbex, responsável pela Escola João Maria, os resultados mostram uma evolução dos alunos em seu segundo ano de participação. “São ótimos resultados, os quais mostram que o trabalho está sendo realizado de maneira correta. Os alunos estão adquirindo experiência e com isso, o objetivo é melhorar ainda mais nossos resultados para o próximo ano.”

Para a pequena Yasmin, de apenas sete anos, aluna da Escola Professora Nair Amaral, e que tem como matéria preferida a matemática, a prova não foi das mais difíceis. “A prova foi fácil pois eu gosto muito de estudar.”
A competição deste ano, contou com a participação de mais de 785 mil estudantes, das redes de ensino público e particular de todo o Brasil.
Para as escolas ou alunos que ainda não participam e tem interesse, as inscrições são gratuitas. Mais informações podem ser obtidas pelo site, www.oba.org.br.