Botucatuense fatura medalha de prata no Sul-Brasileiro de jiu-jitsu, em Santa Catarina

O final de semana foi de bastante disputa para o botucatuense Luan Giacobino, competidor da equipe Checkmat de jiu-jitsu, que esteve na cidade de Florianópolis-SC para a disputa de um dos mais importantes torneios da modalidade no país, o Sul-Brasileiro, organizado pela Confederação Brasileira em parceria com a International Brazilian Jiu-Jitsu Federation. Com quatro lutas, o atleta volta a Botucatu com a medalha de prata do torneio.

Lutando fora de sua categoria habitual, na Adulto – Faixa Roxa – Pesadíssimo, Luan entrou nos tatames do torneio em quatro oportunidades, sendo duas no seu peso e duas na categoria Absoluto. “Acredito que se eu estivesse em minha categoria normal, o resultado seria ainda melhor. Senti a diferença de peso da categoria de cima e não consegui desenvolver como eu gostaria”, comenta o atleta que acabou sendo derrotado na final da competição e ficando com a medalha de prata.

Mesmo tendo feito quatro lutas duríssimas, o grande adversário da maioria dos atletas é outro: a falta de patrocínio. “Sem dúvidas esse é o grande problema, algo que realmente desanima. Vim a Florianópolis com recursos próprios e isso desanima qualquer atleta de seguir competindo. As empresas de uma maneira geral, infelizmente, jogam contra o desenvolvimento do esporte. Vim sozinho a uma grande competição enquanto poderia estar aqui com vários companheiros”, desabafou Giacobino.

Já inscrito para participar do Campeonato Brasileiro, do Internacional de Curitiba, no Paulista e no São Paulo BJJ Pro, o atleta agradece o apoio recebido dentro da equipe Checkmat. “Somos um time muito unido, onde todo mundo ajuda todo mundo. Compartilhamos vitórias e derrotas e aprendemos juntos a superar cada obstáculo que surge. Por isso agradeço muito aos professores Maurício Maletta e Ronaldo Chaves e todos os envolvidos em minha preparação física na academia Redline”, finaliza Luan.  

 

Por Lucas Machado