Botucatu viaja confiante para os JORI de Avaré

Na tarde desta quarta-feira os 87 atletas botucatuenses que vão defender a cidade na 14º edição dos JORI – Jogos Regionais dos Idosos, em Avaré, embarcaram confiantes no Largo da Catedral. As competições terão início nesta quinta-feira e se encerram no domingo (28).

Como a campeã dos últimos dois anos, Botucatu é considerada uma das fortes candidatas ao título na contagem geral dos pontos, conquistando o tri-campeonato. A principal adversária de Botucatu será Assis, que se preparou para tentar tirar a hegemonia de Botucatu. “Há dois anos eles ficam atrás de nós na classificação geral e devem estar com muita vontade de nos vencer”, comentou a coordenadora esportiva de Botucatu, professora Mariúza Carvalho, lamentando a perda de três jogadores importantes do voleibol.

Apesar dos desfalques ela garante que a cidade está pronta e decidida a manter a performance das edições anteriores, onde a equipe sempre esteve em primeiro lugar. “Somos bi-campeões dos Jogos da Terceira Idade e nosso objetivo é buscar o tri-campeonato em Avaré. Nosso grupo é forte e unido”, colocou Mariúza, lembrando que para competir nessa categoria, o atleta tanto no masculino como no feminino, tem que ter, no mínimo, 60 anos de idade, ou completar esta idade até o final do ano.

Para formar a seleção botucatuense que irá defender a cidade nos JORI, a Prefeitura Municipal de Botucatu, através do Fundo Social de Solidariedade, realizou uma seletiva entre os atletas interessados em participar. “É justo, porque assim demos oportunidade a todos que quisessem participar de buscar sua vaga”, explicou Mariúza. “Foram selecionados para representar Botucatu os (atletas) que mais se destacaram”, acrescentou.

Ela lembra que Botucatu vai competir em todas as 13 modalidades da competição: bocha, buraco, coreografia, damas, dança de salão, dominó, malha, natação, truco, vôlei adaptado, xadrez e tênis de mesa adaptado.

Antes do embarque, a reportagem do Acontece foi buscar o mais novo e o mais velho atleta que irá representar Botucatu nos JORI 2010. A mais velha é Ivone Marque dos Santos, de 80 anos de idade. Ela vai disputar duas modalidades diferentes: dominó e atletismo. “Gosto do dominó que é um jogo de reflexão e estratégia e também gosto de participar de corrida. Vou com tudo nessas duas modalidades e espero me dar bem”, previu Ivone Santos.

Já a “adolescente” dos JORI, Rosa Eugênia Spadotto, com apenas 60 anos, vai tentar buscar medalhas na natação. “Treinei bastante para fazer um bom papel em Avaré. Nossa equipe de natação é muito boa, vai dar boas braçadas e conseguir excelentes resultados. Essa é nossa expectativa”, comentou Rosa Eugênia.

Já Amélia Vicentim, de 75 anos, que já foi campeã de bochas, decidiu que este ano só irá jogar dominó. “Eu já fui campeã de bochas por Botucatu, jogando em Marília. Mas, este ano, quero só jogar dominó, porque as duas modalidades serão disputadas na mesma hora. Por isso não vai dar para conciliar. Mas não tem problema porque temos outras atletas que podem fazer bonito”, elogiou.

Os JORI são realizados em sete etapas no interior e na capital, promovido pelo Fundo de Solidariedade e Desenvolvimento Social e Cultural do Estado de São Paulo, em parceria com a Secretaria Estadual de Esporte, Lazer e Turismo e municípios sede dos Jogos. O evento tem como finalidade estimular a população idosa ? prática de atividades esportivas.

Fotos: Fernando Ribeiro