Botucatu será sede dos Jogos do Idoso em 2016

Participaram da reunião no Palácio do Governo com a primeira dama do estado, Lu Alckmin, a presidente do Fundo Social de Botucatu, Rachel Ferronato Cury, secretário Municipal de Esportes, Lazer e Turismo, Antonio Carlos Pereira, além da assessora do Fundo Social, Simone Cordeiro

 

Nesta quarta-feira (25) Botucatu recebeu da presidente do Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo (FUSSESP) e primeira-dama do Estado, Lu Alckmin, o convite para sediar os Jogos Regionais do Idoso – Jori,  em 2016.

Participaram da reunião no Palácio do Governo do Estado a primeira dama e presidente do Fundo Social de Botucatu, Rachel Ferronato Cury, secretário Municipal de Esportes, Lazer e Turismo, Antonio Carlos Pereira, além da assessora do Fundo Social, Simone Cordeiro. Segundo Rachel, Botucatu irá receber a competição entre os dias 16 a 20 de março. “Ficamos muito felizes com o convite e já estávamos nos preparando para receber os atletas da melhor forma”, comenta.

Pereira destaca que Botucatu irá receber mais de dois mil atletas de 50 municípios do Estado. “O congresso técnico já está marcado para o dia 3 de março, às 14 horas, no Cine Nelli. Esta é a terceira vez que Botucatu irá sediar o Jori. Nos anos de 1998 e 2008 a Cidade também recebeu a competição”, lembra.

 

Jori

Os Jogos Regionais do Idoso (JORI) são um conjunto de eventos realizados no Interior e na Capital, promovidos pelo Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo, envolvendo a população idosa em atividades esportivas, em parceria com as Secretarias: Juventude, Esporte e Lazer, Educação, Saúde, Desenvolvimento Social, e apoio do município anfitrião. São 14 modalidades diferentes adaptadas para o público idoso, tais como: jogo de bochas, atletismo (corrida), buraco, coreografia (dança), damas, dominó, dança de salão, malha, truco,  natação. vôlei adaptado, tênis de mesa, tênis e xadrex.

O objetivo é promover a integração do idoso na sociedade, por meio de atividades físicas e desportivas; conquistar o respeito das demais gerações; sensibilizar a sociedade para novas formas de participação da pessoa idosa; e valorizar e estimular a prática de atividade física, como fator de promoção da saúde e bem-estar das pessoas idosas. Para participar dos jogos, o idoso deverá ter no mínimo 60 (sessenta) anos completados no ano dos jogos.