Botucatu goleia Portuguesa, mas fica fora do Paulista

Fotos: Valéria Cuter

Mesmo aplicando uma goleada de 4 a 1 enfrentando a Portuguesa de Desportos na tarde deste domingo (26), no Estádio Acrísio Paes Cruz, a equipe feminina da Associação Botucatuense de Desportos/Associação Atlética Ferroviária (ADB/AAF), foi desclassificada do Campeonato Paulista 2002. Para passar para a fase seguinte, Botucatu teria que vencer a equipe visitante por uma diferença de 4 gols.

Isso porque no primeiro jogo da 2ª fase disputado no Estádio do Canindé, em São Paulo, Botucatu perdeu para Lusa por 3 a 0. Como a Portuguesa fez melhor campanha na fase anterior ganhou o direito de jogar pelo empate. Na somatória dos dois jogos o resultado foi de 4 a 4.

As meninas de Botucatu entraram em campo decididas a reverter o placar de São Paulo e logo aos 2 minutos a atacante Tika, fez 1 a 0. A Portuguesa sentiu o efeito do gol e se fechou em seu campo de defesa, jogando no contra ataque.

Aos 35 minutos, a atacante Grazi roubou uma bola na intermediária e serviu a centroavante Du Juliana, que só teve o trabalho de empurrar para as redes e empatar a partida. Antes do término do primeiro tempo Botucatu fez o segundo gol aos 44 minutos com Rafa.

No segundo tempo o panorama da partida não mudou. A Portuguesa se fechou em seu campo de defesa para segurar o resultado e Botucatu pressionando. Somente aos 30 minutos, Mônica conseguiu ampliar para 3 a 1, mas Botucatu ainda precisava de mais dois gols paras se classificar e eliminar a Lusa, dois gols. Aos 36 Aline fez 4 a 1 e nos minutos finais a partida ficou dramática, mas a Portuguesa conseguiu se segurar e evitou o quinto gol que daria a classificação para Botucatu.

As duas equipes saíram aplaudidas de campo e o presidente ADB, Tadeu Galhote lamentou o resultado. “Quando jogamos em São Paulo fomos prejudicados pela arbitragem que deixou de marcar um pênalti e uma das nossas jogadoras foi expulsa antes da metade do primeiro tempo. Isso nos prejudicou e ficou difícil para reverter o placar, mas futebol é assim mesmo. Vamos seguir em frente e nos preparar para disputar o Campeonato da Liga Nacional de Futebol (LINAF) que se inicia ao final do mês de setembro”, disse o presidente.

A Portuguesa de Desportos foi escalada pelo técnico Prisco Sylvio Palumbo com: Kaká; Edilaine, Camila, Dayana e Emylli; Joyce, Edna, Grazi e Siméia; Du Juliana e Juliete. Ficaram como opção de banco: Angélica, Laine, Larissa, Guaciara, Mariane, Daniela e Evelyn.

Botucatu, do técnico Renato Moram entrou em campo com: Renatinha: Bruninha, Jujuba, Aline e Bruna Massaroto; Pepê, Mônica, Liese e Grace; Tika e Rafa. Já Sara, Angélica Beiço, Carol Gaúcha, Bruna Helena, Paloma, Jeniffer e Anne, ficaram como opção. Completam a equipe: Natália Galhote (preparadora física); Rodrigo Deleo (preparador de goleiras) e Diogo Pereira de Souza (massagista)

{n}Campanha 1ª fase{/n}

06 de maio – Botucatu 3 x 1 Palmeiras/Bauru
20 de maio – Botucatu 1 x 0 Francana
26 de maio – Rio Preto 1 x 1 Botucatu
31 de maio – América São Manuel 1 x 2 Botucatu
03 de junho – Botucatu 4 x 2 Ferroviária
10 de junho – Palmeiras/Bauru 1 x 3 Botucatu
17 de junho – ABD/AAF 1 x 0 América São Manuel
23 de junho – Francana 2 x 1 Botucatu
01 de julho – Botucatu 1 x 3 Rio Preto
08 de julho – Ferroviária 1 x 0 ABD/AAF

{n}Campanha 2ª fase{/n}

19 de agosto – Portuguesa 3 x 0 Botucatu
26 de agosto – Botucatu 4 x 1 Portuguesa