Botucatu empata com Bauru pela Copa TV TEM

Fotos: Luiz Fernando

Um empate em quatro gols foi o resultado do primeiro jogo da final da Copa TV TEM de Futebol de Salão disputado na noite desta terça-feira (6) no ginásio de esportes da Associação Atlética Ferroviária (AAF), entre Botucatu representado pela Associação Atlética Botucatuense (AAB) contra o Bauru/São Paulo. A decisão ficou para o ginásio Panela de Pressão, em Bauru, na noite de sexta-feira (9). O time que conseguir a vitória leva o título. Se houver empate a decisão será por cobranças de penalidades máximas.

Com dois desfalques na quadra (Boquinha e Diego) o técnico de futebol de salão da Associação Atlética Botucatuense (AAB) Paulo Barros escalou Botucatu com Buzuca, Cesinha, Tilico, Gustavo e Bravin, deixando como opção de banco: Wesley, Marcos Valério, Leonardo, Matheus Moraes e Matheus Fioretto.

Já o técnico de Bauru, professor André Luiz que conta com jogadores do São Paulo Futebol Clube que disputam a Liga Paulista de Futsal, entrou em quadra com Luccas, Gedson, Lucas Abud, Fininho e Luis Negão e teve quatro jogadores no banco: Alemão, Fabinho, Cafú e Maurílio.

{n}O jogo{/n}

A partida foi arbitrada por Edenilson Aparecida Almeida e Sandro Rogério Teixeira, tendo como mesário José Ricardo Baptista e como já era esperado o jogo foi bastante equilibrado dado ao potencial técnico das duas equipes formadas por atletas que já defenderam diferentes clubes brasileiros e até de outros países do mundo.

Botucatu saiu na frente com um gol de Cesinha, mas logo em seguida Gedson empatou. A resposta botucatuense veio com Bravim que fez 2 a 1. Entretanto, Gedson fez seu segundo gol, empatando a partida. Na sequência Bauru fez outros dois gols com Maurílio e Alemão e terminou o primeiro tempo com vantagem no marcador: 4 a 2.

No segundo tempo, a equipe de Bauru recuou tentando cadenciar o jogo e segurar o resultado jogando nos contra-ataques. Isso permitiu que Botucatu tivesse maior volume de jogo e pressionasse a equipe adversária e empatasse a partida com Gustavo e Bravin. O jogo terminou em 4 a 4.

“Lutamos até o fim para ter vantagem no jogo da volta em Bauru, mas infelizmente não conseguimos fazer o quinto gol. Estamos cientes que demos o nosso melhor e vamos tentar buscar o título em Bauru”, disse o ala Cesinha. “As duas equipes tem uma maneira semelhante de jogar, por isso tivemos um jogo equilibrado e agora vamos com tudo para Bauru. Sabemos que é difícil, mas temos um time preparado e qualificado”, completou o goleiro Buzuca.

O técnico de Botucatu Paulo Barros, que não pode ficar dentro da quadra por ter sido expulso na partida semifinal e foi substituído por Pedro Dias, destacou que a equipe jogou desfalcada de dois jogadores de muita qualidade: Boquinha e Diego. “Apesar dos desfalques a equipe jogou muito bem e os jogadores que entraram deram conta do recado. Nosso objetivo era vencer o jogo em Botucatu e jogar a segunda partida em Bauru com a vantagem do empate. Mas temos uma equipe experiente para jogar sob pressão e iremos lutar por esse título que seria muito importante para o futebol de salão da Cidade”, frisou Barros.

Embora a decisão seja “em casa” o técnico de Bauru/São Paulo, André Luiz, não quer falar em favoritismo. “Os dois times tem qualidades e o jogo se ganha dentro da quadra. Decidir em Bauru com apoio da torcida é melhor, mas isso não significa que já somos campeões. Acredito em minha equipe, mas temos que jogar muito para superar Botucatu, que tem um excelente time e não está na final por acaso. É isso que vamos passar para nossos jogadores”, explanou o técnico bauruense.