“Formação de Valores” é tema de palestra na Unesp

Na sexta-feira, dia 27 de junho, a partir das 9 horas, na Casa da Arte da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ) da Unesp de Botucatu (foto), acontece a palestra “Formação de Valores”, ministrada pelo major aviador Dantas e pelo professor Osmar Gonzálves, da Academia da Força Aérea, Comando da Aeronáutica, de Pirassununga. O evento, direcionado a toda a comunidade universitária, é promovido pelo Grupo de Formação de Valores da FMVZ/Unesp. Todos os participantes receberão certificados.

A atuação do Grupo de Formação de Valores busca implantar na unidade um programa sobre o tema. A iniciativa busca valorizar o lado humano dos indivíduos, especialmente os jovens. “No nosso cotidiano de tantos afazeres nos preocupamos em transmitir os conceitos técnicos para a formação de bons profissionais, mas muitas vezes nos esquecemos de que aquele indivíduo é um ser humano”, explica o professor Edson Ramos de Siqueira, idealizador da implantação. “Não é possível esperar que alguém possa ter uma trajetória exemplar do ponto de vista profissional se traz um vazio existencial que prejudica o processo de formação técnico-científico”.

Apoiado pela diretoria da FMVZ, o Programa quer envolver a comunidade universitária como um todo. “Dessa forma podemos alcançar mudanças de postura e conduta de professores, alunos e servidores dentro da Faculdade”, explica Siqueira.

O professor conheceu um programa em moldes similares na Academia da Força Aérea Brasileira, durante um Encontro Pedagógico do Ensino Superior Militar, em 2011. “Assisti palestras e apresentações de trabalhos sobre o assunto e vi que a intenção é conscientizar o cidadão a colocar em prática os valores morais em qualquer situação”. O professor cita como exemplos de valores: lealdade, honestidade, integridade, altruísmo, respeito, responsabilidade, disciplina, camaradagem, cooperação, justiça, coragem e formação ética.

No caso específico dos alunos, o professor Siqueira acredita que a conscientização vai colaborar para prepará-los para a convivência no mercado, com um inegável ganho para a trajetória profissional que eles desenvolverão. “Já temos muitos professores preocupados com a formação dos jovens trabalhando individualmente, mas a ideia é que esse compromisso seja institucional”, diz o professor. “É um esforço da FMVZ para que nós, verdadeiramente, formemos profissionais cidadãos”.