Prefeitura lança ação para estimular empreendedorismo junto aos alunos do ensino médio

LANÇAMENTO DA AÇÃO APRENDENDO A EMPREENDER - FOTO IGOR MEDEIROS (33) (Custom)A Prefeitura de Botucatu promoveu na noite desta quarta-feira (29), no auditório da Diretoria Regional de Ensino, o lançamento do “Aprendendo a Empreender”, uma nova ação da Universidade do Trabalhador (UNIT), vinculada à Secretaria Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação. A iniciativa também conta com a parceria da Secretaria Municipal de Educação, Cebrac (Centro Brasileiro de Cursos) e Diretoria Regional de Ensino.

Estiveram presentes no evento o vice-prefeito, Antonio Luiz Caldas Júnior; secretário municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação, Carlos Costa; secretária municipal de Educação, Edileine Fernandes Henrique; dirigente regional de Ensino, Rosilene Aparecida Palugan Vargas; Luciane Somera e Jefferson Vendrametto, proprietários do Cebrac Botucatu; além de diretores de escolas e alunos que aderiram à ação.

LANÇAMENTO DA AÇÃO APRENDENDO A EMPREENDER - FOTO IGOR MEDEIROS (17) (Custom)Participam desta primeira edição do Aprendendo a Empreender as seguintes escolas: Dom Lucio Antunes de Souza, Euclídes de Carvalho Campos (Cevilla), Sophia Gabriel de Oliveira, Pedro Torres, Armando Salles de Oliveira, João Queiroz Marques, Américo Virgínio dos Santos, Francisco Guedelha, 24 de Maio, EECA, José Pedretti Neto, Raymundo Cintra, além da Escola Municipal de Educação de Jovens e Adultos (EMEJA).

O Aprendendo a Empreender busca estimular junto aos alunos do Ensino Médio de Botucatu a chamada “Atitude Empreendedora”. Não apenas para a geração do próprio negócio, mas também como diferencial competitivo no mercado de trabalho.  No mês passado já foram ministradas 57 palestras sobre “Imagem Pessoal e Profissional”.
LANÇAMENTO DA AÇÃO APRENDENDO A EMPREENDER - FOTO IGOR MEDEIROS (22) (Custom)Já a segunda fase, que deverá ser realizada no mês de julho, prevê a realização de 11 oficinas empreendedoras. Os alunos serão estimulados a planejar, organizar, decidir e controlar atividades de empresas sustentáveis criadas de forma fictícia, bem como o desenvolvimento do trabalho em equipe e liderança. A ação será concluída com a participação dos alunos na tradicional Feira Nacional do Empreendedorismo, promovida pelo Cebrac, no dia 24 de setembro, na Praça Emílio Peduti [Bosque].

“Neste primeiro ano estão participando cerca de 130 alunos, que foram escolhidos dentro da própria escola levando em consideração as notas, frequência e participação deles dentro da sala de aula. O Aprendendo a Empreender é um projeto pioneiro dentro da Rede Cebrac, totalmente gratuito e que com certeza transforará a vida destes estudantes”, afirma Luciane Somera.

LANÇAMENTO DA AÇÃO APRENDENDO A EMPREENDER - FOTO IGOR MEDEIROS (8) (Custom)A parceria do Poder Público Municipal com o Cebrac já vem de longa data e se fortaleceu após a empresa aderir, em maio passado, ao Núcleo de Empreendedorismo e Inovação do Parque Tecnológico Botucatu, que pretende aproximar instituições de ensino ao Parque Tecnológico Botucatu e, assim, estimular o empreendedorismo como opção de carreira aos jovens universitários.

“Como já estamos trabalhando metodologias de empreendedorismo voltado às universidades, sentimos que algo precisaria ser feito aos jovens do Ensino Médio. Afinal, o conhecimento é um dos maiores legados que podemos deixar ao ser humano. É um projeto piloto e que no próximo ano poderá atingir novos alunos. Temos plena confiança no sucesso destas ações visto a experiência dos nossos parceiros nesta empreitada”, comenta o secretário municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação, Carlos Costa.

LANÇAMENTO DA AÇÃO APRENDENDO A EMPREENDER - FOTO IGOR MEDEIROS (1) (Custom)Representando o prefeito João Cury Neto, o vice-prefeito Antonio Luiz Caldas Júnior enalteceu em seu discurso a política pública, adotada na atual gestão municipal, voltada à qualificação profissional e estímulo ao empreendedorismo.

“Como a sociedade está cada vez mais competitiva, precisamos ir além da formação escolar. E o mínimo que o Poder Público deve fazer é criar mecanismos para que a população em geral tenha mais oportunidades no mercado de trabalho. Seja como assalariado ou dono do seu próprio negócio. Espero que esta ação possa despertar o espirito empreendedor em nossos jovens”, prospecta.