Escola realiza Feira Cultural “Explorando Botucatu”

Fotos: Valéria Cuter

?

Com uma variedade muito grande de temas, a Escola Municipal de Ensino Fundamental – EMEF ? Jonas Alves de Araújo, que fica na Rua Odete Pacci, nº 244, Conjunto Habitacional Roque Ortiz Filho, ? realizou neste sábado entre 9 e 16 horas,? a Feira Cultural “Explorando Botucatu”, com o objetivo de os alunos mostrarem o patrimônio histórico e cultural do Município, contando com a presença de um grande público.?

A organização geral foi da diretora Valéria Rossi,? que recebeu apoio de educadores, professores? e funcionários;? ? Secretaria Municipal de Educação e de Esporte, Lazer e Turismo; Microlins, Rádio PRF-8 e Polícia Militar com os orientadores do Programa Educacional de Resistência ? s Drogas e ? Violência? – Proerd.

Para realizar a Feira os alunos do ensino fundamental ? I e II em parceria com os professores das mais variadas disciplinas realizaram seus trabalhos. Com isso o público presente pôde conhecer um pouco da história da cidade através de fotos, artesanato, cartazes, desenhos e peças históricas.

“O importante é que 90% da exposição foi feita, exclusivamente, pelos alunos e professores que se empenharam muito e apresentaram um trabalho diversificado e muito bonito. Só posso agradecer,? de coração, a? todos que, de alguma forma, deram sua colaboração para que a Feira pudesse acontecer”,? ressaltou Valéria Rossi. “Também tivemos a exposição de artesanato da comunidade, pão caseiro. museu do cinema, e até pai de aluno fazendo caricaturas”, completa.

A secretaria de Educação Alessandra Lucchesi de Oliveira, realçou que a? Feira mostrou curiosidades de Botucatu? que muita gente não conhecia. “Os alunos apresentaram um trabalho muito interessante nas mais variadas disciplinas e só posso parabenizar a todos que estiveram envolvidos nesse projeto. Muitas coisas curiosas que fizeram e fazem ? parte de nossa cidade estiveram expostos como a ferrovia,? pontos turísticos, museu do cinema, ? cemitério, igrejas,? grandes escritores e educadoras.? Foi um trabalho perfeito”,? destacou a secretária.

O professor Paulo Cintra que também esteve engajado no evento, salientou que os alunos entenderam o objetivo do projeto, mostraram muita criatividade e estavam ansiosos para apresentar o trabalho aos amigos e familiares. “O mais importante foi o congraçamento entre alunos, professores, funcionários, diretores e familiares”, colocou Cintra.