Em parceria com o Governo do Estado, Botucatu qualifica mais de 100 pessoas ao mercado de trabalho

 

Foto: César Culiche

Na tarde de quinta-feira (15), na UNITE [prédio da Fundação Casa das Meninas], foi realizada a entrega de certificados aos alunos que concluíram os cursos promovidos pelo Programa Estadual de Qualificação (PEQ) no Município, em 2016. Trata-se de uma iniciativa da Secretaria Estadual de Relações do Trabalho (Sert), em parceria com a Prefeitura de Botucatu.

Foram promovidos quatro cursos, no período de agosto a outubro deste ano: Auxiliar Administrativo, Auxiliar de Departamento Pessoal, Auxiliar de Almoxarifado e Técnicas em Venda. Concluíram as atividades 106 pessoas, que no período das aulas receberam uma bolsa-auxílio de R$ 330.

O secretário municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação, Carlos Costa, representou o prefeito João Cury na solenidade e fez a entrega dos certificados ao lado de Sueli de Lara Lagoa, vice-diretora regional da Sert, e de Osman Fernandes, coordenador do Instituto Aloes, que executou os cursos em Botucatu.

“No governo João Cury a qualificação sempre foi prioridade, visando dar mais oportunidades de emprego às pessoas. Sejam aquelas que estão ingressando pela primeira vez no mercado ou mesmo aquelas que estão desempregadas, mas à procura de novos conhecimentos em novas áreas. E com certeza, essas pessoas que acreditaram e se esforçaram para concluir os cursos já saem na frente”, valoriza.

“Poucas cidades ofertam gratuitamente tantos cursos de qualificação como Botucatu tem feito. A UNITE [Universidade do Trabalhador e Empreendedor], por exemplo, já capacitou cerca de 5 mil pessoas nos últimos anos. Isso sem contar outras iniciativas em parceria com o Governo do Estado como os cursos ofertados recentemente pelo programa Via Rápida e agora pelo PEQ. Ou seja, trata-se de um grande esforço  em conjunto em prol do emprego”, conclui.

Everton Sérgio dos Santos, de 22 anos, fez o curso de Auxiliar de Departamento Pessoal. Ele conta que está desempregado há cerca de seis meses, mas já tem experiência nesta área. Porém, com o curso, conseguiu atualizar novas informações que poderá colocar em prática. Algo que seria bastante difícil, caso não tivesse obtido tal oportunidade.

“Se fosse pra pagar um curso deste com certeza não daria certo. Além disso, receber uma bolsa[auxílio] é um incentivo a mais pra gente se recolocar no mercado em posição de vantagem em relação àqueles que não possuem um curso como este”, argumenta.

Sobre o PEQ

Lançado no dia 23 de junho de 2008, o Programa Estadual de Qualificação Profissional tem como objetivo qualificar o aluno para aumentar suas chances de inserção no mercado de trabalho. É voltado, prioritariamente, para quem está desempregado, tem entre 30 e 59 anos e não concluiu o ensino fundamental. Essa é a faixa populacional que tem mais dificuldade em encontrar emprego.

O PEQ foi elaborado com base no Diagnóstico para o Programa Estadual de Qualificação Profissional, feito pela Sert em parceria com a Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade) a partir de informações colhidas durante a Caravana do Trabalho, que em 2007 percorreu todo o Estado.

Além deste diagnóstico, a Sert utiliza dois de seus programas para definir os cursos oferecidos e as cidades atendidas: o Observatório do Emprego e do Trabalho, que apresenta mensalmente o desempenho do emprego em cada setor econômico, e o Emprega São Paulo, que revela as ocupações mais ofertadas e demandadas.

Mais informações

As inscrições para os cursos do PEQ deste ano foram intermediadas pelo Posto de Atendimento ao Trabalhador [PAT], que em Botucatu está localizado na Rua Dr. Cardoso de Almeida, nº 1001 – Centro [Casa do Cidadão]. O telefone de atendimento é (14) 3815-8804 / 3815-8805. Mais informações sobre o programa no site http://www.emprego.sp.gov.br/.