Alunos do ensino fundamental de Botucatu receberão cartilha elaborada pela Unesp sobre animais de estimação

Material foi desenvolvido pelo Instituto de Biociências da Unesp de Botucatu

animais-estimacaoElaborar material pedagógico no formato de cartilha para alunos do 5º ao 9º ano do Ensino Fundamental que aborde espécies de animais domiciliares encontrados no município de Botucatu. Esse foi o objetivo de projeto de extensão universitária coordenado pela professora Ligia Souza Lima Silveira da Mota, do Departamento de Genética do Instituto de Biociências (IB) da Unesp, Câmpus de Botucatu, e que teve a participação de graduandos da instituição.

A publicação, impressa por meio de recursos da Secretaria de Educação de Botucatu, foi apresentado pela docente do IB na última quinta-feira (18/8) em reunião que contou com as presenças de Adauto de Jesus Pereira, supervisor de Educação da Rede Municipal de Ensino de Botucatu, Cristiane Messias, coordenadora de projetos da Secretaria Municipal de Educação; e coordenadores das escolas municipais de Ensino Fundamental “Professora Elda Moscogliato”, “Professor Luiz Tácito Virgínio dos Santos”, “Professor Jonas Alves de Araújo” e “Dr. João Maria de Araújo Júnior”.

Para o desenvolvimento da publicação, os integrantes do projeto aplicaram 1.500 questionários a estudantes de quatro escolas do 5º ao 9º ano do Ensino Fundamental com o intuito de identificar a quantidade e espécies de animais que eles possuíam em suas residências. Os resultados obtidos nortearam o desenvolvimento da publicação.

Entre os conteúdos publicados na cartilha estão Declaração Universal dos Direitos dos Animais; posse responsável; nutrição, vacinação, vermifugação, higiene e castração de cães e gatos; cuidados, legislação e soltura de espécies de aves.

Também são apresentadas informações sobre como montar um aquário, doenças e curiosidades sobre espécies de peixes; orientações em relação à alimentação, criação e fungos em répteis; como distinguir tartarugas; procedimentos a serem adotados em caso de acidentes com animais peçonhentos; alimentação, vacinação, vermifugação e cuidados de animais de tração; além de alojamento e higiene no caso de roedores e caracterização de algumas espécies como hamsters, chinchila, gerbo da Mongólia, porquinho da Índia, topolinos e coelhos.

Com tiragem de 2.000 exemplares, a cartilha será distribuída a estudantes de 5º a 9º ano do Ensino Fundamental de escolas municipais e os educadores planejarão atividades para trabalhar os conteúdos. Dessa maneira, a cartilha deverá servir como suporte pedagógico complementar aos componentes curriculares.

O conteúdo do material foi revisado pelos médicos veterinários Victor José Rossetto e Pablo Magalhães e o projeto gráfico desenvolvido por Breno Corrêa Medola.

Além de financiamento da Prefeitura de Botucatu, por meio da Secretaria de Educação, a cartilha também contou com apoio da Pró-Reitoria de Extensão Universitária da Unesp (Proex).

Assessoria de Imprensa