Máquina trituradora transforma problema em solução

Uma máquina trituradora de galhos e troncos de árvores adquirida pela Prefeitura Municipal traz a Botucatu um projeto inovador, de cunho ambiental. O dispositivo transforma o que até então era um grande problema em solução.

Os galhos e troncos de árvores que antes eram mandados para o aterro sanitário, agora serão triturados e encaminhados para a nova usina de compostagem construída, num projeto inédito, entre a Sabesp, Unesp, Prefeitura Municipal e Conselho de Desenvolvimento Rural.

“O composto orgânico produzido da mistura do lodo com a madeira triturada será utilizado nos jardins de praças e canteiros públicos, e também como adubo pelos produtores rurais, para diversas culturas”, colocou o secretário de Meio Ambiente, Perseu Mariani (foto).

Já o prefeito João Cury Neto, enfatiza que esse projeto gera uma grande economia aos cofres do Município em relação ao transporte e agilidade no serviço de podas. “Traz,  também, um enorme ganho ambiental porque reduziremos pela metade o volume dos restos de poda que ocupavam espaço no aterro, aumentando assim a sua vida útil”, frisa Cury, lembrando que “esse é um projeto existente em pouquíssimas cidades do Brasil e que credencia ainda mais Botucatu como uma cidade referência em políticas públicas, desenvolvidas em favor do meio ambiente”.