Virada Paulista de Botucatu terá atrações diversas

Botucatu mais uma vez se torna palco de uma grande festa popular realizada pelo Governo do Estado de São Paulo, em parceria com a Prefeitura e com o SESC-SP. Trata-se da oitava edição da Virada Cultural Paulista – a quarta consecutiva em Botucatu, que reunirá atrações para todos os públicos. Entre elas estão Titãs, Tiê, Gang do Eletro, Geraldo Azevedo, Encontro das Velhas Guardas e a banda alemã Tusq. O evento acontece nos dias 24 e 25 de maio com várias atrações pela Cidade, tudo gratuito.

A programação completa da Virada, que contará, também, com espetáculos de teatro, dança, circo e artes visuais, será divulgada em breve pela Secretaria de Estado da Cultura. Este ano, a Virada acontece em 28 municípios e, pela primeira vez, em dois fins de semana: metade das cidades em 24 e 25 de maio; e a outra metade em 31 de maio e 1º de junho.

{n} Tusq {/n}

Os alemães do Tusq voltam ao Brasil pela segunda vez para apresentar sua música indie e pop rock contagiante. Dessa vez a banda de Hamburgo/Berlim traz para a Virada Cultural Paulista seu novíssimo show, baseado no mais recente e elogiado álbum Hailuoto, lançado em 2013. Famosos na Alemanha e na Europa, o grupo tem como vocalista Uli Sailor (ex- D-Sailors), e promete que os hits Fortune e Drive não vão ficar de fora dos shows por aqui.

Formada em 2009, a banda alemã é composta por músicos de Berlim e Hamburgo, com integrantes veteranos da cena musical do país. O conjunto canta em inglês e tem como sua principal influência o indie rock; com canções cheias de melodias, psicodelias e refrões pop. Em ascensão na Alemanha, a banda se apresenta no sábado (24).

{n} Titãs{/n}

As atrações nacionais também prometem animar o púbico com nomes populares e outros já consagrados, como é o caso dos Titãs. Depois de rodarem o Brasil com o show que marcou os 30 anos de carreira da banda paulistana, os Titãs apresentam seu repertório em Botucatu.

No palco, Branco Mello (voz e baixo), Paulo Miklos (voz e guitarra), Sérgio Britto (voz, teclado e baixo), Tony Bellotto (guitarra) e o músico convidado Mario Fabre (bateria) prometem uma apresentação de tirar o fôlego, lembrando seus maiores sucessos como Go Back, Polícia, Lugar Nenhum, Flores e O Pulso, entre outras.

{n} Gang do Eletro{/n}

Ainda no sábado, os paraenses da Gang do Eletro também se juntam ? festa em Botucatu. O grupo de tecnobrega lançou seu primeiro CD no ano passado e dividiu com Caetano Veloso o troféu de Melhor Show do Prêmio Multishow. Entre as músicas que vão embalar o público estão Velocidade do eletro e Só no charminho, além das faixas Dançando no salão, presente na novela Além do Horizonte (TV Globo), e Piripaque, tema da novela Chiquititas (SBT).

{n} Tiê{/n}

No domingo (25) é a vez da cantora e compositora Tiê subir ao palco da Cidade. Com dois discos lançados, Sweet Jardim (2009) e A Coruja e o Coração (2011), ela já se apresentou em festivais como Rock in Rio (RJ e Lisboa), SxSW (Texas, EUA), Planeta Terra (SP) e Coquetel Molotov (Recife), e segue com shows pelo País enquanto produz seu terceiro álbum, com previsão de lançamento para o segundo semestre de 2014.

{n} Encontro das Velhas Guardas{/n}

A Virada Cultural também traz o bom e velho samba, com o Encontro das Velhas Guardas. O grupo é composto por sambistas mais antigos de São Paulo, alguns até fundadores de escolas, que durante o Carnaval desfilam em posições de honra. Com muito samba no pé, eles se apresentam no domingo ? tarde.

{n} Geraldo Azevedo{/n}

Também no domingo, o show de encerramento da Virada em Botucatu será feito por Geraldo Azevedo. Acompanhando de seu virtuoso violão, ele passeia por quatro décadas de composições, apresentando desde sucessos do início de sua carreira como Táxi Lunar, Bicho de Sete Cabeças e Caravana, até canções do seu último álbum Assunção de Maria e Geraldo Azevedo, incluindo também algumas inéditas que serão inseridas em seu próximo trabalho, ainda em produção. Geraldo Azevedo – Voz & Violão é um daqueles shows intimistas que emocionam e fazem cantar junto, da primeira ? última música.

{n} Sobre a Virada{/n}

A Virada Cultural Paulista é realizada em parceria entre o Governo do Estado de São Paulo e os municípios participantes. Enquanto o Estado arca com todos os custos de contratação dos artistas e monta a programação cultural principal, as prefeituras custeiam todo o investimento na montagem da infraestrutura de palco, som e luz, além de garantirem a segurança e a limpeza nas áreas do evento. Por fim, o Estado estimula os municípios a montar programações paralelas, com artistas locais, de forma a dar visibilidade ? produção cultural local.

A oitava edição da Virada Cultural Paulista – o maior evento cultural do interior do Estado – acontece em 28 municípios e, pela primeira vez, em dois fins de semana: metade das cidades em 24 e 25 de maio; e outra metade em 31 de maio e 1º de junho.

As cidades participantes são Assis, Americana, Araçatuba, Araraquara, Barretos, Bauru, Botucatu, Campinas, Caraguatatuba, Diadema, Franca, Ilha Solteira, Indaiatuba, Jundiaí, Marília, Mogi das Cruzes, Mogi Guaçu, Mogi Mirim, Piracicaba, Presidente Prudente, Registro, Santa Bárbara D’Oeste, Santos, São Carlos, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto, São José dos Campos e Sorocaba.

{n}Programação musical {/n}

Sábado – 24 de maio
21 horas – Gang do Eletro
22h30 – Tusq (Hailuoto) – Alemanha
0h – Titãs

Domingo – 25 de maio
15h30 – Encontro das Velhas Guardas
17 horas – Tiê
18h30 – Geraldo Azevedo (Voz & Violão)