Virada Cultural: feira da mandioca chega ? sua 14ª edição com muito samba e sertanejo raiz

Botucatu recebe neste fim de semana (14 e 15), pelo sexto ano consecutivo, mais uma edição da Virada Cultural Paulista. O Espaço Cultural – Dr. Antonio Gabriel Marão é um dos palcos da programação. Destaque para a tradicional Feira da Mandioca que chega a sua 14ª edição. Tanto no sábado quanto no domingo, as atividades acontecem das 14 às 22 horas.

No sábado o Espaço Cultural receberá o “Vira Samba”, com apresentações de grupos de samba de Botucatu e o Gato com Fome, um dos mais conceituados grupos da cena paulistana. Já no domingo o Espaço Cultural se torna palco do “Vira Viola”, com apresentações do melhor da música sertaneja e raiz.

A praça de alimentação da feira oferecerá diversas opções à base de mandioca como: vaca atolada, mandioca frita, escondidinho, pão de queijo, tapioca, churrasco, nhoque, doces e muito mais. O Centro de Raízes e Amidos Tropicais (Cerat) da Universidade Estadual Paulista (Unesp) estará em um estande no local, mostrando as pesquisas e tecnologias aplicadas na cultura e processamento da mandioca.

Exibições de Filmes

Durante a programação da Virada Cultural Paulista, o Cine Janelas, instalado no Espaço Cultural, ainda irá exibir quatro filmes em sessões gratuitas ao público. Tudo viabilizado pelo programa Pontos MIS [Museu da Imagem e do Som], do Governo do Estado de São Paulo, em parceria com a Prefeitura de Botucatu.

No sábado, às 20 horas, será exibido o longa-metragem “Os Doze Trabalhos” e o curta “Cinco Minutos”. Já no domingo, às 14 horas, será a vez do filme "O Contador de Histórias" e do curta-metragem “Pimenta”.

Feira da Mandioca – programação musical:

Sábado

Dia 14 – Vira Samba

16h: Andréa Simoncini (Botucatu/SP) – Estreia da sambista em carreira solo. Radicada em Botucatu Andrea apresenta repertório de pesquisa sobre a obra de diversos sambistas brasileiros.

17h30: Moreiras da Silva (Botucatu/SP) – Os irmãos Silva e os irmãos Moreira formam o grupo que homenageia grandes sambistas da música popular e apresenta novos sambas de autores contemporâneos.

19h: Mão no Samba (Botucatu/SP) – A velha guarda do samba é a base do repertório do grupo, que com batucada contagiante apresenta releituras de clássicos do samba de todos os tempos.

21h: Gato com Fome (São Paulo/SP) – Um dos mais conceituados grupos da cena paulistana apresenta repertório variado incluindo os sambas de Raul Torres, compositor botucatuense, trabalho de pesquisa apresentado no ultimo cd do trio.

Domingo

Dia 15 – Vira Viola

15h: Corporação Musical Dr. Damião Pinheiro Machado apresenta Clássicos Sertanejos com arranjos para banda, sucessos como Estrada da Vida e Saudade de Minha Terra ganham nova roupagem com sopros, metais e percussão.

16h: Benê Tavares e Fabrício (Botucatu/SP) – Dupla que desponta no cenário da cidade unindo a juventude do Fabrício com a bagagem do Benê Tavares.

17h: Pereira da Viola (Teófilo Otoni/MG) – Um dos grandes artistas da cena violeira, o mineiro Pereira da Viola contagia o público com seu carisma e balanço, mesclando clássicos do cancioneiro popular e até música erudita.

18h30: Arnaldo Freitas (Marília/SP) – Virtuose na viola caipira e um dos maiores violeiros da atualidade, Arnaldo Freitas foi integrante do regional do Viola Minha Viola, e traz para a viola diversos estilos musicais com execução impecável.

20h: Gonçalo Neto e Alfredinho (Botucatu/SP) – Com belas vozes a dupla apresenta repertório eclético de clássicos que vão de Tião Carreiro e Pardinho à Milionário e Zé Rico.

21h: Dival Camargo e Osvaldinho (Botucatu/SP) – Feliz encontro de vozes e instrumentos, a dupla recém-formada passeia pelo universo sertanejo e mostra intimidade para releituras de sucessos de Belmonte e Amaraí e Chitãozinho e Xororó.

Serviço

A programação completa da Virada Cultural Paulista está disponível no site oficial do evento: www.viradaculturalpaulista.sp.gov.br.

Espaço Cultural – Dr. Antonio Gabriel Marão

Avenida Dom Lúcio, n° 755 – Centro.