Toninho Ferragutti e Marco Pereira tocam em Botucatu

Dois dos maiores instrumentistas da música brasileira, o acordeonista Toninho Ferragutti e o violonista Marco Pereira se apresentam no Teatro Municipal de Botucatu, na próxima quinta-feira, 09 de maio, ? s 20h30, com entrada franca. A apresentação é promovida pelas quatro unidades da Unesp em Botucatu e comemora os 50 anos da universidade na cidade.

Toninho Ferragutti é ex-aluno da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, mas deixou a carreira acadêmica para seguir sua trajetória de instrumentista, compositor e arranjador. Possui uma extensa participação em centenas de shows e cds de artistas importantes no Brasil e no exterior, como Gilberto Gil, Antonio Nóbrega e Mônica Salmaso.

Tem 7 CDs gravados entre solos e parcerias. Seu último CD, “O sorriso da Manu”, acaba de ser lançado. Participou e vem participando como solista de diversas orquestras como a Orquestra Jazz Sinfônica de São Paulo, Orquestra Petrobras Pró-música, Orquestra de Câmara da Universidade da Paraíba, Orquestra Sinfônica do Recife, Orquestra de Maria Schneider, Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional de Brasília e Orquestra de Câmara da OSESP.

Marco Pereira é mestre em violão pela Universidade Internacional de Música de Paris, onde defendeu tese sobre a música de Heitor Villa-Lobos. Seu trabalho tem forte influência jazzística e também de música latino-americana. Apresentou-se com grande sucesso na Alemanha, França, Suíça, Dinamarca, Espanha, Canadá e Estados Unidos.

Gravou com importantes artistas do cenário musical brasileiro, tais como: Zélia Duncan, Edu Lobo, Cássia Eller, Gilberto Gil, Gal Costa, Wagner Tiso, Daniela Mercury, Zizi Possi, Paulinho da Viola, Tom Jobim, Milton Nascimento, Leila Pinheiro, Nelson Gonçalves e Roberto Carlos, entre outros.

Recebeu o prêmio Sharp em dois anos consecutivos: em 1993, o de Melhor Arranjador de MPB pelo disco Gal, da cantora Gal Costa e em 1994, na categoria instrumental, o prêmio de Melhor Solista e Melhor Disco Instrumental, pelo trabalho Bons Encontros, em duo com o pianista Cristóvão Bastos.