Show no Municipal mostra a genialidade de Dorival Caymmi

O palco do Teatro Municipal “Camilo Fenandez Dinucci”, em Botucatu, recebe nesta sexta-feira (10), a partir das 20h30 um show que reúne os maiores sucessos de um dos maiores compositores do Brasil: Dorival Caymmi, no show musical “Mateus Sartori convida Danilo Caymmi”. O ingresso pode ser adquirido nas bilheterias do teatro a R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia).

O show musical é inspirado no álbum “Dois de Fevereiro”, de Mateus Sartori, lançado em 2007, e foi bastante elogiado pela crítica e considerado um dos melhores do ano, trazendo canções de várias épocas de Dorival Caymmi. Neste show, o cantor conta com a participação especial de Danilo Caymmi, nascido em uma das famílias mais musicais do Brasil (filho de Dorival e Stella, irmão de Dori e Nana).

Juntos, irão mostrar sucessos como Maracangalha, Rosa Morena, Saudade da Bahia, Marina e O Samba da Minha Terra, além de canções de Danilo Caymmi como Casaco Marrom, Andança e O Bem e o Mal. Mateus e Danilo são acompanhados pelos músicos Michi Ruzitschka (violão), Jardel Caetano (violão), Marcos Paiva (baixo), Felipe Roseno (percussão) e Patrícia Ribeiro (cello). A apresentação marca a estréia do projeto “Quinta Musical”, que promete levar o melhor da MPB ao Raposo Shopping.

“Quem não tem o mar pode ter as canções de Dorival Caymmi e fazer delas uma viagem para navegá-lo”. É assim que o paulista Mateus Sartori explica a escolha do compositor baiano como centro deste trabalho, o segundo de sua carreira. “A obra de Caymmi tem uma vantagem: soa tão natural que parece de domínio público. Aprendi em casa, na escola, em corais etc. É aquela simplicidade que também é complexa e me encantou desde cedo. Tinha idéia de fazer um disco de voz e violão e outra de gravar algumas canções de Caymmi, quando falei sobre isso ao produtor Rodolfo Stroeter, ele sugeriu os dois projetos em um só”.

Dono de interpretação firme e emissão cristalina, Mateus é assim descrito pelo músico Guinga: “Ele tem todos os atributos técnicos de um bom cantor, mas o que traz de belo e diferente é a feminilidade de seu canto. Quando canta, vejo a alma, o sentimento e a essência de uma mãe que canta através do corpo de seu filho. Um homem de voz e alma serena, coisa que não aparece no Brasil há muitos anos”.

Nascido em Franca, interior paulista, Mateus tem formação de arquiteto e canta desde os 13 anos. Já atuou em shows ao lado de grandes nomes da música popular brasileira, entre eles Ivan Lins, Guilherme Arantes, Fabiana Cozza, Guinga, Flávio Venturini, Maria Creuza e Renato Braz. Entre suas influências, cita Ney Matogrosso, Mônica Salmaso, Nana Caymmi e Elis Regina.