Sesi traz a exposição “Bolívia entre duas capitais”

La Paz é a capital administrativa da Bolívia – e Sucre, a constitucional. Além de suscitar um grande debate político, esta divisão também despertou o interesse de dois fotógrafos: Christian Montagna e Andréa Cintra. Eles viajaram por algumas regiões do país andino e registraram imagens das duas cidades que dividem o papel de capital e a atenção da Bolívia. Os 16 registros fotográficos da dupla estão para visitação gratuita desde dia 23 de maio e seu prolonga até 23 de junho, no Sesi Botucatu.

De acordo com os fotógrafos, a exposição Que está no hall de entrada do Sesi não tem a pretensão de representar o país em algumas poucas fotografias, mas sim o objetivo de “recortar algumas cenas, paisagens, situações e pessoas que encontramos no caminho percorrido entre La Paz e Sucre”, explica Montagna.

 

Sobre os fotógrafos

Engenheiro, jornalista e fotógrafo, Christian Montagna vive em Campinas (SP). É dele também a exposição 12.000 km de Chile a Argentina, que circula em unidades do Sesi-SP. Antes da viagem à Bolívia, Montagna fez um trabalho similar no Peru. Já Andréa Cintra iniciou sua carreira fotográfica em 2002. Conheceu Montagna em uma viagem pela Bolívia, durante um trajeto empreendido entre regiões que se encontravam em meio a um debate nacional sobre a questão das duas capitais do país.