Sesi Botucatu apresenta Projeto Espaço Galeria

A exposição Ramificações do Objeto como Contrapartida, do artista plástico Rodrigo Sassi, poderá ser conferida no Sesi Botucatu de 07 de agosto a 28 de setembro . A mostra, com entrada gratuita, faz parte do projeto Espaço Galeria Sesi-SP e acontece no saguão do Centro de Atividades (CAT), na Rua Celso Cariola, 60, das 8 às 17 horas,  segunda a sexta-feira.

A exposição de pinturas e esculturas – que surgiu a partir da relação entre o artista e a cidade de São Paulo – tem o cenário urbano como referencial. Com a intenção de traçar a passagem do plano para o tridimensional, Sassi trabalha suas pinturas e esculturas com matéria-prima e técnicas da construção civil, conectando essas linguagens por meio de suas aproximações plásticas, materiais, conceituais e estéticas.

O projeto conta com pinturas e esculturas de média e grande escala, que envolvem o espectador tanto por sua dimensão quanto por seu contorno. Há ainda um vídeo que apresenta o processo de execução das obras.

 

Sobre o artista

O paulistano Rodrigo Sassi é graduado em Artes Plásticas pela Fundação Armando Alvares Penteado – Faap. O início de sua trajetória artística foi marcado pelo desenvolvimento e pela prática de intervenções urbanas, momento em que passou a ver as cidades como suporte de atuação, reflexão e inspiração. Tornou-se integrante do grupo de pesquisa Arte & Meios Tecnológicos, do mestrado em Artes Visuais da Faculdade Santa Marcelina e, em 2008, fixou residência em Londres.

Ao retornar ao Brasil, em 2010, iniciou em ateliê uma nova fase dedicada à pesquisa tridimensional, atuando nos limites da escultura e da instalação. Vem participando de mostras individuais e coletivas no Brasil e no exterior – e suas obras estão presentes em coleções públicas e privadas, como no Museu de Arte de Blumenau – MAB; e Centro Cultural Dannemann (São Félix, BA).

 

Projeto

Ramificações do Objeto como Contrapartida faz parte do projeto Espaço Galeria Sesi-SP, que apresenta exposições itinerantes com linguagens e formatos distintos. Ao todo, são realizadas cinco mostras diferentes, que circulam por unidades do Sesi-SP durante 11 meses, permanecendo até 45 dias em cada cidade.