Senac Botucatu sedia curso para fotografia digital

Todo autorretrato precisa de um “pau de selfie”? Depois de virar moda, a ferramenta se tornou indispensável para algumas pessoas. Mas, segundo Thiago Victal, docente da área de fotografia do Senac Botucatu, é preciso saber a hora certa de usar a vareta.

“O melhor momento é quando você quer registrar uma foto com a galera e não tem ninguém por perto. A ferramenta também ajuda na questão do enquadramento, permitindo realizar fotos de cima para baixo”, afirma. Tudo depende da composição que se deseja fazer. “Se a pessoa pretende capturar uma foto de si mesma com o mar atrás, a melhor posição do pau de selfie é um pouco acima da cabeça”, ensina.

Para que o cabo não apareça em todas as fotos, o recomendado é deixá-lo em um ângulo aproximado de 135° em relação ao celular. Mas não é apenas a vareta que garantirá uma foto de qualidade. Para um clique profissional, o docente recomenda que o fotógrafo pense em primeiro lugar no ambiente. “Analise se há luz suficiente para o registro de interesse e de qual direção ela vem”, afirma.

O enquadramento também é importante e dará o sentido a imagem.  “Caso tire uma foto de cima para baixo, a pessoa pode acabar passando a impressão de que o objeto é ‘inferior’ ao que realmente é. O contrário acontece se a foto for tirada baixo para cima”, explica.

Para os interessados em aprender mais sobre o assunto, o Senac Botucatu está com inscrições abertas para o curso Introdução à Fotografia Digital. A programação, com duração de 24 horas, capacita o fotógrafo amador sobre os princípios básicos do manuseio de câmera digital, conceitos fundamentais das imagens e a preparação delas para a impressão e internet. As aulas começam em 25 de abril, das 9 às 12 horas. Inscrição e outras informações na Rua Dr. Rafael Sampaio, 85 – Bairro da Boa Vista, no site www.sp.senac.br/botucatu ou pelo telefone (14) 3112-1150.