Qualidade de vida dos servidores é debatida

A Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB) promoverá, dia 27 de maio, a partir das 13h30, no Salão Nobre da instituição, o 1º Encontro de Qualidade de Vida no Trabalho (QVT). Entre os objetivos destaca-se a divulgação de práticas de QVT implementadas na faculdade, proporcionando uma reflexão sobre o ambiente da organização e sua relação com a saúde do trabalhador. No evento, cada gestor terá a oportunidade de apresentar o que está sendo feito em sua unidade visando à melhoria da qualidade de vida dos funcionários.

A iniciativa soma-se a outras ações que são desenvolvidas pela FMB, por meio do Grupo de Qualidade de Vida, com a finalidade de proporcionar bem-estar aos funcionários. Atualmente, a instituição oferece aos servidores aulas de yoga, de violão, alongamento, ginástica laboral, entre outros. Cada atividade é desenvolvida em dias e horários específicos.

Para a diretora administrativa da faculdade, Rosana M. Barreto Colichi, o evento demonstra o interesse da atual administração em dar continuidade aos projetos que objetivam aprimorar o bem-estar dos funcionários no ambiente de trabalho. “Entre as principais preocupações dos gestores, devem girar ações em torno das relações profissionais entre os servidores, como está a organização no ambiente de trabalho e de que maneira essas situações podem ser aperfeiçoadas no dia-a-dia”, explica.

Para a supervisora da Seção Técnica de Desenvolvimento e Administração de Recursos Humanos (STDARH), Renata Castilho, a diretriz adotada pela atual gestão está de acordo com as atuais discussões sobre a matéria, que invocam a necessidade de atuação nos ambientes de trabalho, incluindo formas de gestão, organização e processos de trabalho. Todos esses itens são considerados essenciais para se elevar a QVT numa instituição.

 

Qualidade de vida

O conceito dessa expressão é de fundamental importância na atualidade. Essa é a opinião do psicólogo do trabalho e professor da Universidade de Brasília (UNB) Mário César Ferreira. Para o especialista, QVT expressa as vivências dos trabalhadores que são marcadas por sentimentos de felicidade e de prazer com o tempo passado no trabalho. Além disso, as experiências positivas relacionadas com a gestão humanizada, o ambiente saudável e o desenvolvimento pessoal e profissional também compõem as experiências vivenciadas pelos funcionários.

Em seu livro “Qualidade de Vida no Trabalho: Questões Fundamentais e Perspectivas de Análise e Intervenção”, Ferreira apresenta uma definição empírica relacionada ao serviço publico: “QVT é quando acordo… penso em vir trabalhar e o sorriso ainda continua no rosto!”

 

Programação

13h30 às 14 horas – Apresentação Cultural – Alunos do curso de violão da FMB – Ginástica Laboral com o professor Waldomiro Rapello Filho

 14 às 14h15 – Abertura – Dra. Silvana Artioli Schellini, diretora da FMB

 14h15 às 14h45 – Palestra = Projetos e perspectivas de ações da Coordenadoria de Saúde, Segurança do Trabalhador e Sustentabilidade Ambiental (COSTSA) – com Dr. Walnei Fernandes Barbosa

 14h45 às 15h15 – Primeira rodada de apresentações orais

 15h15 às 15h30 – Sorteio de Brindes

 15h30 às 16 horas – Intervalo com Frutas

 16 às 16h15 – Sorteio de Brindes

 16h15 às 16h30 – Apresentação Cultural = Dança do ventre com as participantes do projeto de pesquisa Mulher Feliz da FMB, coordenado pelo médico mastologista e professor da faculdade José Ricardo Paciência Rodrigues, do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia

 16h30 às 17 horas – Segunda rodada de apresentações orais

 17 horas às 17h15 – Perguntas aos autores

 17h15 às 17h30 – Apresentação das ações do Grupo de Qualidade de Vida no Trabalho da FMB – com Dra. Adriana Polachini do Valle

 17h30 às 18 horas – Encerramento