Projeto de Extensão da FMVZ recebe prêmio “Veterinário Cidadão”

Um dos projetos de extensão universitária mais duradouros da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, o “Teatro Infantil na Prevenção e Controle das Parasitoses de Cães e Gatos” recebeu mais um reconhecimento, através do Prêmio Veterinário Cidadão.
O projeto, coordenado pelos professores Raimundo Souza Lopes e Regina Kiomi Takahira, foi o segundo colocado na categoria “universitário” da premiação promovida Intervet Schering Plough Animal Health.

O prêmio foi criado com o objetivo estimular e reconhecer as melhores práticas de cidadania e educação para promoção da saúde e bem-estar animal relacionados a animais de companhia e promover a valorização social dos profissionais de medicina veterinária.

{n}O Projeto{/n}

A meta do projeto “Teatro Infantil na Prevenção e Controle das Parasitoses de Cães e Gatos” é transmitir a crianças do ensino fundamental, de forma lúdica e divertida, os conceitos básicos sobre os principais parasitas e educação sanitária em animais domésticos. A apresentação teatral envolve acadêmicos do curso de Medicina Veterinária da FMVZ e é realizada sempre que há interesse de escolas ou entidades sociais. Fantasiados de cão, gato e veterinário, os “alunos-atores” promovem uma apresentação dinâmica, feita na medida para despertar o interesse das crianças.

A idéia do projeto surgiu a partir da percepção da necessidade da Prefeitura, centros comunitários, escolas públicas e particulares de informar os jovens sobre a conduta mais saudável a ser adotada no trato com os animais domésticos. “Essas entidades buscavam conscientizar as crianças a respeito das principais verminoses de cães e gatos, relacionando esse controle e prevenção com outros problemas que podem acometer o homem, como os carrapatos, pulgas e piolhos”, explicou o professor Raimundo. “Nas apresentações, mostramos como prevenir e curar as verminoses e falamos sobre o controle de parasitas externos e os principais procedimentos utilizados para a detecção e controle, como a aplicação do pente fino, por exemplo”.

A peça teatral apresenta de forma clara as medidas profiláticas que minimizam a transmissão das enfermidades parasitárias, como por exemplo: destinar corretamente ? s fezes dos animais domésticos e lavar as mãos, após brincar com os animais de estimação. De acordo com o professor Raimundo, além da informação que recebem, as crianças que assistem a apresentação podem atuar como agentes promotores e fiscalizadores das ações de seus familiares e amigos.

“As crianças constituem o público ideal para contribuir para a disseminação das informações corretas sobre verminoses e ectoparasitas e os métodos de prevenção e controle que podem proporcionar melhora na qualidade de vida animal e humana”.

A compreensão e a recepção do público alvo tem sido ótima. “Em uma das escolas em que foi apresentado, uma professora solicitou que os alunos em fase de alfabetização, com idades entre 6 e 7 anos, fizessem uma redação a respeito do que aprenderam no teatro”, conta o professor Raimundo. “As redações foram surpreendentes, ficamos impressionados com o poder de captação das mensagens e o envolvimento imediato com a campanha de não permitir que os animais de estimação sejam agentes transmissores das doenças para o ser humano”.

{n}Avaliação{/n}

Além da premiação, o projeto tem recebido boas avaliações de todos os parceiros e dos envolvidos na sua realização. “Em razão do formato adotado, mensagens muito relevantes são transmitidas de maneira simples e objetiva, facilitando o aprendizado das crianças e transformando-as em elementos da divulgação”, analisa o professor Raimundo.

Segundo ele, aos acadêmicos do curso de Medicina Veterinária, a sua participação no projeto traz crescimento profissional e pessoal a medida que proporciona a oportunidade do contato com a população, crianças de diferentes classes e outras realidades sociais. “Todos que participam ficam felizes e com a sensação de que a Universidade dá sua contribuição ? sociedade de maneira honesta e sem perder o cunho cientifico”.

O projeto “Teatro Infantil na Prevenção e Controle das Parasitoses de Cães e Gatos” tem a parceria da Pró-Reitoria de Extensão da Unesp, da Prefeitura Municipal de Botucatu e da Ourofino Saúde Animal. As entidades interessadas em recer a apresentação teatral podem entrar em contato pelos telefones 3811- 6115 ramal 209, (14) 9718- 9239 ou pelo e-mail: souzalopes@fmvz.unesp.br