PRF-8 promove debate sobre a evolução do rádio

Fotos: Luiz Fernando

 

Na manhã deste sábado a Rádio Emissora de Botucatu – PRF-8, depois de permanecer 60 dias fora do ar para manutenção reiniciou suas atividades com a apresentação do programa “O Palanque”, que é o carro chefe da emissora. Na primeira parte foi feita uma homenagem ao jornalista Quico Cuter pelo lançamento do livro “Levitando entre rimas e versos”, com o depoimento de pessoas ligadas a diferentes segmentos sociais da Cidade.

Na sequência foi realizado um debate sobre a trajetória do rádio no Brasil, mediado por Caio  Paganini, com a participação de João Carlos Figueroa, Waldir Duarte, Wildner Tóffoli,  Fran José,  Valdir de Carvalho, Quico Cuter e  Rita Galdini.

Por duas horas os debatedores fizeram a explanação da história do rádio no Brasil que teve início na década de 20 no Rio de Janeiro e as transformações e modernizações que aconteceram ao longo dos anos, passando pela II Guerra Mundial, onde em agosto 1945,  momento negro da história universal, armas nucleares foram usadas contra alvos civis, dizimando milhares de pessoas em Hiroshima e Nagazaki,  no Japão. Também passou pela ditadura militar nos anos 60, campanha das Diretas Já, nos anos 80, até a chegada da tecnologia ao mundo moderno.

“Foi um encontro bastante descontraído e produtivo onde todos os participantes contaram suas experiências, assim como expuseram suas opiniões sobre esse meio de comunicação que continua sendo de grande relevância no que diz respeito aos serviços de utilidade pública, educação, saúde, entretenimento, jornalismo e as mais variadas vertentes da cultura”, avaliou o diretor da F-8, Caio Paganini.