Prefeito cancela carnaval de 2016 em Pardinho

Foto – Divulgação

Decisão foi consenso, principalmente pela queda brusca na arrecadação municipal e dos repasses oficiais, que, segundo previsões, chegam a ordem de 20% de retração para este ano

 

Numa decisão colegiada, na manhã desta sexta-feira (15), o prefeito de Pardinho, Benedito da Rocha Camargo Junior (Dito Rocha) oficializou o cancelamento do carnaval para este ano de 2016. Uma festa bastante conhecida na região, que atrai milhares de pessoas, mas que tem um custo alto, para o atual momento de crise econômica.

Dito Rocha afirma que a decisão foi consenso, principalmente pela queda brusca na arrecadação municipal e dos repasses oficiais, que, segundo previsões, chegam a ordem de 20% de retração para este ano. O que representa mais de cinco milhões de reais do orçamento, de acordo com os dados. 

“Temos um nível de investimento em programas sociais, bancados com a arrecadação própria, muito superior à média dos municípios da região e do estado. Com essa crise terrível não podemos cortar esse tipo de investimento e custeios. Temos que sair cortando e economizando em outros setores não essenciais para o cidadão”, justifica o Prefeito.

Além de consultar os diversos setores da administração sobre o assunto, Dito reuniu no gabinete os coordenadores de saúde Zezé Calixto e da educação Celso Mucio, pastas bastante atingidas pela retração econômica. Também participaram o vice-prefeito Geraldo Benfica, e do legislativo os vereadores Rivaldo Rosa e o presidente da câmara Cristiano Camargo.

Ainda na justificativa, Dito Rocha relaciona: “O Auxílio Educação, transporte dos universitários, transporte do trabalhador, dos caronista e do transporte hospitalar. O Centro de Saúde 24 horas com especialidades, a merenda municipalizada, alimentação do trabalhador rural, a manutenção das estradas rurais e o apoio aos produtores, além de todo o custeio da própria máquina, Não podemos cortar nada disso. Esses serviços não podem parar de funcionar”.

Outra questão apontada pelo prefeito, para não realizar o carnaval é quanto á folha de pagamento do funcionalismo: “Com esse encolhimento (na arrecadação), até para fazer a folha do pessoal, temos tido dificuldade”, afirma Dito e acrescenta: “Com muito esforço conseguimos pagar o 13º e estamos com os salários em dia. Não pudemos dar aumento (salarial), mas também não cortamos os benefícios. Como posso pensar em festa numa hora dessas”,          

Nota: Vale lembrar que, já no ano de 2015, o carnaval havia sido cancelado, devido ao Termo de Ajustamento de Conduta – TAC, imposto pela promotoria de Botucatu, o qual elevou exponencialmente as exigências e o custo operacional para a realização da festa.

 

Aniversário da Cidade

Com relação ao aniversário da cidade (18/02, 57 anos), festa muitas vezes comemorada em conjunto com o próprio carnaval, o prefeito Dito Rocha observa: “Estamos tentando buscar recursos em algumas parceiras, como fizemos no Fesmurp, com o Ministério do Turismo, o Instituto Jatobás e a Rede Rodoserv, mas, se não conseguirmos não vou poder tirar dinheiro dos serviços essenciais para a população, para fazer festa”, e conclui: “Sei que o pardinhense vai compreender esse momento”.