Pontos de Cultura faz encontro para apresentar ações

Fotos: David Devidé

O Centro Cultural de Botucatu (CCB) sediou na noite de sexta-feira (27), o encontro de todos os Pontos de Cultura do Município. O evento intitulado “Teia Cultural de Botucatu” teve como objetivo principal mostrar para a população os trabalhos desenvolvidos nos Pontos de Cultura e orientar como participar de atividades gratuitas de teatro, vídeo, música, entre outras.
O Ponto de Cultura é a ação principal de um programa do Ministério da Cultura, chamado “Cultura Viva”, concebido como uma rede orgânica de gestão, agitação e criação cultural, que é realizado em parceria com a Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Cultura.

Os Pontos de Cultura são iniciativas que envolvem comunidades em atividades de arte, cultura, educação, cidadania e economia solidária e prevê um processo contínuo e dinâmico, cujo desenvolvimento se dá a partir da articulação com atores pré-existentes ligados aos Pontos.

Ou seja, em lugar de determinar ou impor ações e condutas, o Programa estimula a criatividade, propiciando o resgate da cidadania pelo reconhecimento da importância da cultura produzida em cada localidade. O efeito é o envolvimento intelectual e afetivo da comunidade, motivando os cidadãos a criar, participar e reinterpretar a cultura, aproximando diferentes formas de representação artística e visões de mundo.

Esta ação não trabalha a criação de projetos, mas a potencialização de iniciativas culturais já existentes. Em alguns casos pode ser a adequação do espaço físico, em outros, a compra de equipamentos ou, como a maioria, a realização de cursos, oficinas culturais e produção contínua de linguagens artísticas como música, dança, teatro, cinema, capoeira, entre outras.

Os projetos selecionados funcionam como instrumentos de pulsão e articulação de ações já existentes nas comunidades, contribuindo para a inclusão social e a construção da cidadania, seja por meio da geração de emprego e renda ou do fortalecimento das identidades culturais.

O programa repassará a cada “Ponto” R$ 180 mil em três anos. Botucatu foi contemplada com seis pontos de cultura sendo eles: Associação do Bem Estar – Abem / “Biblioteca Abem”; Associação Arte e Convívio / “Fortalecer para Crescer – A Arte do Encontro”; Associação Teatral Notívagos Burlescos / “Espaço dos Notívagos”; Núcleo Assistencial Joanna de Angelis / “Musicalizando”; Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Botucatu – Apae / “Abayomi” ; Movimento Teatral de Botucatu / “RamificAÇÃO”.