Peça “Gandhi” é atração do Luz no Campus da FCA

Dia 13 de novembro, a partir das 18 horas, o Auditório da FCA, na Fazenda Lageado, receberá mais uma edição do projeto Luz no Campo – Filosofia ao Entardecer. Promovido pela Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA) da Unesp e pela Fundação de Estudos Agrícolas e Florestais (Fepaf), o evento apresenta o espetáculo teatral “Gandhi, um líder servidor”, interpretado por João Signorelli, ator da TV Globo.

Originalmente concebido para apresentação no setor empresarial, a opção por esse personagem revela o crescente movimento da sociedade pela introdução de princípios ético-filosóficos nas relações humanas.

Nas empresas, essa demanda se traduz em profundas mudanças de paradigmas. Antes, as organizações enxergavam apenas resultados tangíveis, não importando o que fosse preciso para alcançá-los. Gradualmente, voltam a visão para a qualidade dos “recursos humanos” envolvidos, sabendo que os resultados virão inevitavelmente.

Gandhi materializa essa nova consciência. Sua liderança nunca se baseou em autoridade ou coação. Acreditava que somente poderia pedir para as pessoas aquilo que ele mesmo pudesse fazer. Sabia que sua liderança viria do exemplo e do serviço. E os resultados simplesmente aconteceram. A força e a intensidade da sua biografia fizeram com que o projeto seguisse outros rumos, extrapolando as fronteiras do corporativo.

Foram necessárias algumas adaptações no texto para enfatizar outros temas como o amor, a fé, a conduta única, a firmeza de propósitos, procurando sempre mostrar como pequenas atitudes podem construir um ser humano extraordinário. Afinal, a trajetória de Gandhi impressiona não somente pelos grandes feitos, mas principalmente por sua humanidade.

O monólogo ganha peso com a consistente interpretação de João Signorelli Sua atuação impecável envolve a platéia durante os 45 minutos de apresentação, estabelecendo uma vibrante troca com o expectador. Trabalhando há mais de 20 anos como ator profissional, João Signorelli, também jornalista e apresentador, já atuou em diversas novelas, cinema e teatro. Há mais de três anos, vem interpretando Gandhi, apresentando-se por todo país.

{n}Sinopse{/n}

Gandhi anuncia o início de mais um jejum para despertar a consciência dos líderes do Ocidente e do Oriente para a paz mundial. O jejum que ele propõe é que os povos deixem de se alimentar com pensamentos desequilibrados, preconceitos e sentimentos sombrios.

Convida a platéia a fazer uma longa e sensível reflexão sobre a liderança, a não-violência e introduz princípios ético-filosóficos nas relações humanas, falando sobre liderança, integração, cooperativismo e amor. Para o Mahatma não havia diferença entre esse ou aquele: Todos são seres humanos (e espirituais) buscando experiências terrenas para alcançar nova consciência e evoluir com mais rapidez. Ao final, fala sobre sua trajetória como líder, sobre a importância da conduta única e invoca a fé.