Orquestra de Botucatu toca com maestrina de São Carlos

Trazendo em seu repertório obras de Mozart, Beethoven, entre outros, a orquestra botucatuense se apresenta em toda a região do Centro-Oeste paulista, em eventos diversos

 

A Orquestra Sinfônica Municipal de Botucatu (OSMB) irá se apresentar neste domingo (29), às 20 horas no Teatro Municipal Camillo Fernandez Dinucci, com a maestrina convidada, Flávia Bombonato. Flávia, atualmente é Diretora Artística e Regente Titular da Orquestra Filarmônica de São Carlos. Para a apresentação gratuita não será necessária à retirada de ingressos antecipados. O Teatro Municipal conta com 518 lugares. O concerto traz em seu repertório obras de Mozart, Beethoven, entre outros.

No dia 6 de dezembro a Orquestra encerra suas atividades do ano em Botucatu com um concerto especial incluindo músicas natalinas em seu repertório. A apresentação que contará com o maestro convidado Fernando Ortiz de Villate será após a partir das 20 horas, na Catedral Metropolitana, após a missa.

 

Sobre Flávia Bombonato

Formada em Regência e pelo Conservatório Dramático e Musical de Tatuí e piano pela Universidade de Ribeirão Preto, seu ponto decisivo é a comunicação efetiva com os músicos. É uma das mais promissoras regentes da nova geração de maestros.  Fizeram parte de sua formação os maestros Dario Sotelo, José Ricardo O’Campos, Osmar Jeycic, Erik Westberg (Suécia), Marco Antonio da Silva Ramos, Mark Whitlock (EUA), Henry Leck (EAU) e Roberto Tibiriçá.

Atualmente é Diretora Artística e Regente Titular da Orquestra Filarmônica de São Carlos. É também Supervisora Educacional do Projeto Guri na Região Central do Estado de São Paulo, Diretora Artística do FIMSC – Festival Internacional de Música de São Carlos, Regente da Orquestra Acadêmica do FIMSC e Regente do Coro do Fórum de São Carlos. Em 2016 rege a Metro Chamber Orchestra em Nova Iorque (EUA).

Foi regente do Coral da USP- São Carlos, do Coral do Centro do Professorado Paulista de São Carlos, Diretora e Coordenadora da Escola Livre de Música de São Carlos, Regente da Orquestra e Côro Sinfônico da ELM de São Carlos e da Big Band do Grupo de Referência do Projeto Guri – Regional São Carlos, além de ter participado de diversos projetos musicais e regido diversas orquestras.

É membro do “Foro Latino Americano de Maestrinas e Regentes de Bandas e Orquestras Sinfônicas” e membro regular da “World Association for Symphonic Bands and Ensembles”.  Tem formação em Pedagogia, Educação Musical e Engenharia Civil. Filha da pianista e professora Maria Helena Nori Bombonato e do construtor Luis Bombonato, vive em São Carlos – SP e é mãe de Maria Clara e Maria Olívia.

 

Sobre a Sinfônica

A Orquestra Sinfônica Municipal de Botucatu (OSMB) originou-se no ideal de dois músicos botucatuenses: José Antônio M. de Marchi e Celso W.Cardoso. Estudantes do conservatório Carlos de Campos, em Tatuí (SP), eles vislumbraram a possibilidade de criar um conjunto musical em Botucatu.

Os primeiros ensaios tiveram início em outubro de 1986. A estreia aconteceu em 21 de dezembro do mesmo ano, durante o Festival de Natal no salão social do Botucatu Tênis Clube (BTC). Nomes como o do senhor Progresso Garcia, entusiasta atuante na Câmara, ajudaram que oito meses depois fosse assinada a Lei Municipal que deu criação à Orquestra Sinfônica Municipal de Botucatu.

Desde o início, a OSMB teve vida intensa. Realiza concertos em Botucatu e em toda a região do Centro-Oeste paulista, participando diversas vezes do Festival de Inverno de Campos do Jordão, Festival de Música de Londrina e do programa “Viola Minha Viola”, da Rede Cultura de Televisão. Também se apresentou na melhor sala de concertos brasileira: a Sala São Paulo.