O “Sem noção” Fábio Rabin, mostra seu show no Municipal

Um bom público compareceu neste sábado no Teatro Municipal “Camilo Fernandez Dinucci”, para ver a performance do comediante Fábio Rabin, que apresentou o espetáculo Stand Up Comedy “Sem noção”, com produção local de Mariana Andrade e Juber Júnior.

Em 70 minutos de apresentação Rabin, mostrou toda sua irreverência, narrando fatos corriqueiros do dia-a-dia, na chamada comédia de cara limpa, sem figurino ou personagens, interagindo com o público durante todo o show.

O comediante levou o público ? s gargalhadas em várias oportunidades, contando casos (segundo ele) verídicos de sua vida. Não perdeu a oportunidade de fazer brincadeiras locais sobre o personagem folclórico, Saci Pererê que para muitos, é o símbolo da Cidade e o lendário Caminho do Peabiru, que teria sido usado pela civilização Inca.

{n}Quem é Fábio Rabin{/n}

Desde pequeno Fábio Rabin tinha sua veia cômica ressaltada; não de propósito, como na maioria dos casos, mas sim, por ser uma criança estranha. Tinha preferência por brincadeiras muito pessoais, como mentir para os seus amigos, dizendo que sua mãe usava peruca, ou fingir para os pais que quebrou o braço para faltar na escola, fazendo inclusive o médico acreditar nele, apesar da radiografia mostrar o inverso.

O ápice disso aconteceu quando o mandaram para uma terapia, por ter fingido durante um mês ser retardado mental depois de sofrer um tombo de bicicleta, no qual desmaiou, isso um dia antes de uma prova de física. Mas a melhora teria que ser gradual, então durante um mês ele babava e falava torto para seus pais, amigos e professores que, inocentes da verdadeira situação, sofriam com o estado de saúde fictício que o garoto inventou.

Começou sua carreira de ator em 2002, após voltar de uma viagem para a Austrália, onde apenas pegava ondas e fingia que estudava; e pensou no que o poderia fazer tão feliz quanto naqueles dias. Sua irmã era a essa época já, atriz de teatro e o introduziu nesse círculo. Então Fábio começou a fazer uma oficina de interpretação na FAAP com o conhecido ator Otávio Martins.

Se destacou na comédia que montaram ao fim da oficina e resolveu levar a profissão a sério (na medida do possível), fazendo 3 anos de curso profissionalizante no Indac, montando diversas peças e participando de diversas oficinas, como de circo, mímica, cinema e televisão. Participou de curtas metragens e peças sempre se destacando em qualquer gênero. Mas a sua veia natural era cômica. E ao sair do teatro precisava ganhar dinheiro e sobreviver. Iniciou a fazer um show de piadas e personagens no Bexiga e após conhecer o stand up comedy resolveu escrever seus textos de stand up em 2003.

Com o tempo Rabin ganhou a confiança de shows como: Trestosterona, Deboshow, Clube da Comédia, Cabaré do Diogo Portugal, Santa Comédia (Curitiba), Clube de Comédia em Pé (Rio de Janeiro), chegando até a fazer algumas vezes shows solo em Florianópolis, São José do Rio Preto, além de eventos por todo o país. Perceberam então que poderia abrir um novo show grande de comédia stand up, um dos melhores do país. E criou, ao lado de comediantes e parceiros o Comédia ao Vivo, que tem crescido tanto que estão a 1 ano em cartaz no Teatro Renaissance, um dos mais glamurosos de São Paulo e no pomposo bar Tom Jazz.

Seu trabalho de comediante tem crescido muito e ultimamente foi escolhido entre diversos comediantes e atores para ser o repórter do “Fim de Festa”, uma campanha do IG que teve inúmeros acessos na Internet. Também foi escolhido pelo grupo “Parlapatões” como seu representante de comediante stand up, fazendo show numa arena de circo no “Circo Roda Brasil” ao lado de diversas atrações deste meio.

Além disso, foi o mestre de cerimônias do espetáculo “Pega Humor Pega Geral” apresentando os grupos de comédia que mais se destacaram no ano para os Parlapatões. Também foi escolhido para ser um dos garotos propaganda da Bavaria Premium realizando cerca de 4 shows semanais só em São Paulo, além das noites do Comédia ao Vivo. A convite do humorista Diogo Portugal, curador do Risorama, o maior Festival de Humor da América Latina, que reúne a nata do humor atual do Brasil.

Rabin fez a temporada 2008 do Pânico na TV e na radio onde desempenha o papel de Silveira no quadro Na Madruga e Beijo na Boca ou Tapa na Cara. Recentemente realizou a campanha da ESPN Brasil para as Olimpíadas de Pequin no site da ESPN. Também já se apresentou na Hebe e realiza eventos para diversas empresas. Em 2009 foi chamado para trabalhar na MTV ao lado de seus atuais companheiros de show, Marcelo Adnet e Daniela Calabresa.

Fotos: Valéria Cuter