Música “A Cidade” é a campeã do Botucanto 2014

Fotos: Luiz Fernando

 

Com composição de João Vitor Rocha, André de Freitas e Max Rubem Teixeira Lehmann, com interpretação da Banda Dom Pepo, de Belo Horizonte, Minas Gerais, a música “A Cidade” foi a grande campeã da 11ª edição do Botucanto – Festival Nacional da Canção 2014, organizado pela Secretaria Municipal de Cultura em parceria com o governo do Estado de São Paulo. Evento aconteceu entre os dias 6 a 8 no Espaço Cultural “Antônio Gabriel Marão”.

“A Cidade” foi escolhida por um júri técnico formado por por Déo Lopes (cantor, compositor, vocalista do grupo Trem da Viração);  Marco Cremasco (romancista, poeta e letrista);   Nô Stopa (cantora e compositora);  Suzana Salles (uma das cantoras mais importantes do movimento denominado Vanguarda Paulista);  e Vicente Barreto (cantor e compositor).

Além de ser a escolhida dos jurados, a música vencedora também teve a preferência do público presente que se entusiasmou com a apresentação da Banda Dom Pepo. “Foi um momento mágico na nossa carreira já que esta  é primeira vez que participamos  do festival de Botucatu. Fica difícil falar sobre a importância dessa conquista e só temos que agradecer aos jurados e a esse público maravilhoso que nos acolheu com todo esse carinho. Muito obrigada!”,  disse o vocalista da banda João Vitor Rocha.

Em segundo lugar ficou a canção: “Tem mais igreja do que supermercado”, de autoria de Totonho, de João Pessoa, da Paraíba, que também interpretou a música. Na terceira colocação foi escolhida  a canção “Cartilha”,  assinada por Raul Misturada e Gregori Haertel, de Curitiba, Paraná, com interpretação do próprio Raul Misturada.

Coube também ao Corpo de Jurados escolher a melhor intérprete (Dandara Modesto – “Rosa dos Ventos”); melhor arranjo (Banda Dom Pepo – “A Cidade”); melhor letra (Demétrios Lulo e Wagner Barbosa – “Carnais Carnavais”); melhor instrumentista (Daniel Conte – “Temporada de Temporais”), e Cantos da Cuesta ( Banda Assopro – “Copos Sujos”).

Além de músicos de várias regiões do Brasil, a etapa nacional do Botucanto apresentou shows de qualidade, com artistas como Vânia Bastos;  Grupo 5 a Seco;  Alzira Espíndola e a poeta Alice Ruiz;  Vanessa Moreno e do contrabaixista Filipe Maróstica;  e Chico César e Dani Black.

 

A Cidade

 

A Cidade anda quente e fria

Anda cheia, anda vazia

Aquecendo a economia

Esfriando o coração da gente

Esvaziando noite e dia

Enchendo de orgulho o gerente

Acorrentados da monotonia

 

Maria às três da manhã já dá bom dia

José às quatro já está de pé

João às cinco pega condução

Maria atravessa o enxame

Pra ir servir na casa da madame

Que se incomoda com o odor

Dos homens de cor.

João chega na construção às seis

Para pagar as contas de fim de mês

Veja que contradição

Não paga o que construiu

Nem a prestação

 

Favela, colméia de migalha

Feita de papelão e palha

Labuta, barro e navalha

Formigas da democracia

Acorrentados à batalha

Pisoteadas ao meio-dia

Fazendo com que menos valha

 

Maria ás três da manhã já dá bom dia

José às quatro já está de pé

João às cinco pega a condução

José, motorista e trocador

Dando de trabalhar a quem trabalha dor

Dor o mês inteiro

Domingo, missa, bola e pandeiro

Alforria da senzala pra favela

O que não mostrou o enredo da novela

Que José, Maria e João

Assistem todo dia na televisão