Museu do Café ganhará sinalização nas rodovias de acesso

Em função do tombamento do conjunto arquitetônico histórico da Fazenda Lageado, em novembro de 2011 pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico (CONDEPHAAT) e atendendo solicitação de muitos visitantes, a coordenadoria do Museu do Café da Fazenda Lageado, inicialmente, consultou a Agência Reguladora de Transportes do Estado de São Paulo (ARTESP), objetivando instalar placas indicativas nas rodovias Marechal Rondon, Castelo Branco e Alcides Soares, vias de acesso ? Botucatu.

A ARTESP se manifestou informando que para tal procedimento haveria necessidade de autorização inicial da Secretaria de Estado do Turismo. Em fevereiro o Diretor da Faculdade de Ciências Agronômicas encaminhou oficio ao Secretario do Turismo, Márcio França. No inicio de agosto aquela secretaria se manifestou favoravelmente ao pedido formulado e encaminhou correspondência ao superintendente do Departamento de Estradas de Rodagem (DER).

O coordenador do Núcleo, José Eduardo Candeias, recebeu a visita de dois técnicos daquele departamento que vieram a Botucatu para definir os locais para instalação das placas. Serão duas na rodovia Castelo Branco, nos dois sentidos; duas na rodovia Marechal Rondon, também nos dois sentidos; uma na rodovia Alcides Soares, sentido Botucatu e, finalmente, uma na rodovia João Hipólito Martins – Castelinho. As placas seguem o padrão internacional de identificação de patrimônio histórico. “Importante ressaltar que na cidade de Botucatu a Prefeitura Municipal procedeu a instalação de placas indicativas do Museu do Café em diversos locais o que tem facilitado muito o acesso aos visitantes”, colocou Candeias.

{n}Fundação CASA{/n}

Desde 2009 o Museu do Café, e a área histórica da Fazenda Lageado recebem visitas de reeducandos do Centro de Atendimento Socioeducativo ao Adolescente (Fundação CASA). Essas visitas fazem parte do trabalho desenvolvido pelos profissionais daquela instituição objetivando a reinserção social dos assistidos.

Assim, quando das visitas, o coordenador do Núcleo, ao apresentar a história da Fazenda e do Museu, procura estimular os adolescentes a desenvolver algum tipo de trabalho focado na visita. O resultado desse trabalho apareceu, no inicio deste mês quando a Unidade de Botucatu ofereceu ao Museu do Café dois quadros confeccionados por reeducandos, com base em visita feita no ano de 2009.

“São obras desenhadas a lápis mostrando detalhes externos do prédio que abriga o Museu do Café e aspectos da colheita dos grãos. Os dois trabalhos apresentam detalhes técnicos apurados, demonstrando a capacidade criativa dos autores. Os quadros, a partir de agora, serão expostos no Museu”, adiantou Candeias.

Lembra o coordenador do Núcleo que foi encerrada a exposição dos trabalhos dos artistas Pas Schaefer e Nilson Dutra. Durante o período da exposição, que teve inicio em 13 de julho, 2.165 pessoas puderam apreciar o trabalho desses importantes representantes das artes brasileiras. “Com essa exposição o Espaço Cultural do Museu concluiu 23 mostras, desde 2008, sendo que pela primeira vez, abrigou duas exposições simultâneas”, explana Candeias, enfocando que muitos visitantes de Botucatu e de outras cidades da região, informaram que vieram ao Museu atraídos pela exposição.

“Por isso, o objetivo da coordenadoria para o mês de setembro e trazer novamente para o Espaço Cultural, os trabalhos de Osmar Santos que completa 10 anos de pintura este ano e que seus trabalhos já foram expostos no Museu em 2010, que possui, inclusive, uma tela gentilmente doada pelo artista”, diz.

Outro dado apontado por Candeias é a implantação recente um banner divulgando a campanha “Botucatu Terra da Aventura”, coordenada pelo subsecretário de Turismo Fredi Pimentel. O banner medindo 2,00 x 1,50 metros traz fotos de atrativos turísticos de Botucatu, procurando reforçar a vocação natural para a prática de atividades ao ar livre.

São retratadas cachoeiras, circuitos de mountain bike, rally, enduro, entre outras práticas. A campanha conta também com diversos materiais que são distribuídos aos visitantes do Museu. O banner foi instalado no gramado, na parte externa e já vem recebendo elogios por parte dos visitantes. Para este mês cinco novos painéis também deverão ser implantados na varanda Inferior do prédio do Museu, divulgando atrativos turísticos locais.