Museu do Café expõe obras de Romero Britto

Entre os dias 19 de abril e 18 de maio, o Museu do Café da Fazenda Experimental Lageado apresenta uma exposição com 20 obras do consagrado artista plástico Romero Britto. O evento faz parte das comemorações do 25º aniversário do Museu, e está incluído na programação alusiva ao aniversário da cidade de Botucatu.

Nascido no Recife, Pernambuco, em 1963, Romero Britto começou pintando em sucatas, papelão e jornal. Sua família o ajudava a desenvolver seu talento natural, dando-lhe livros de arte para estudar. Aos 14 anos fez sua primeira exibição pública e vendeu seu primeiro quadro ? Organização dos Estados Americanos.

Frequentou escolas públicas, recebeu bolsa de estudos para uma escola preparatória e aos 17 anos entrou para a Universidade Católica de Pernambuco, no curso de Direito. Não chegou a concluir o curso e foi tentar a vida nos Estados Unidos onde trabalhou como atendente em lanchonete e lava-rápido, ajudante de jardineiro e caixa de loja.

Nesse período Romero começou a mostrar seu trabalho nas calçadas de Coconut Grove, na Flórida. Depois chegou até a Steiner Gallery, em Bal Harbour, também na Flórida. Continuou sua trajetória pelo mundo das artes plásticas nos Estados Unidos até ser convidado por Michael Roux, então diretor presidente da Absolut Vodka, para criar uma pintura para ser usada em uma nova campanha publicitária da bebida. Trabalharam nesta campanha artistas pop muito conhecidos e conceituados como Andy Warhol, Keith Haring, Kenny Scharf e Ed Ruscha.

Os anúncios publicitários apareceram nas mais importantes revistas da América. Foram 62 publicações nos Estados Unidos, amplamente distribuídas ao redor do mundo. Seguindo a trajetória da Absolut, empresas de renome como a Grand Manier, Pepsi Cola, Disney, IBM, Volvo, BMW, e outras interessadas em cultura popular passaram a incorporar as pinturas de Romero Britto em seus projetos especiais.

Ao longo desses anos, Romero tem dedicado seu talento, sua arte e sua energia a muitas causas filantrópicas. Usando sua capacidade e influência, oferece oportunidades de arrecadação de fundos para importantes e respeitáveis organizações em vários países.

A exposição de trabalhos de Romero Britto no Museu do Café é uma realização da Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp (FCA), Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais (Fepaf) e Prefeitura Municipal de Botucatu por meio da Secretaria de Cultura e o Museu de Arte Contemporânea (MAC).

O Museu do Café funciona de segunda a sexta-feira, das 9h ? s 11h e das 14h ? s 17h. Aos sábados, domingos e feriados o horário de funcionamento é das 12h ? s 17h.