Microbiologia e Imunologia celebra 50 anos

No dia 2 de março, serão comemorados os 50 anos das atividades do Departamento de Microbiologia e Imunologia no câmpus de Botucatu, em evento que ocorrerá às 16 horas, no Salão Nobre da Faculdade de Medicina.

O início oficial dos trabalhos refere-se à contratação do professor Luíz Rachid Trabulsi, em 1966, para ministrar aulas de Microbiologia e Imunologia na antiga Faculdade de Ciências Médicas e Biológicas de Botucatu (FCMBB), que mais tarde foi encampada pela Unesp. Nessa época, a disciplina fazia parte do Departamento de Patologia e as salas dos professores estavam instaladas no prédio onde hoje funciona o Hospital das Clínicas.

Com a divisão da instituição em quatro unidades, em 1977, foi criado, o Departamento de Microbiologia e Imunologia, que passou a integrar o Instituto Básico de Biologia Médica e Agrícola (IBBMA), atual Instituto de Biociências (IB).

Em 1981, o Departamento começou a funcionar no espaço em que está instalado até hoje. Em 1993, a ampliação do quadro de docentes possibilitou a expansão das atividades de ensino, extensão e, principalmente, de pesquisa, tendo em vista a formação de grupos e desenvolvimento de novas linhas de investigação científica.

Em 1997, o Departamento de Microbiologia e Imunologia do IB obteve financiamento do Programa de Apoio à Infraestrutura de Pesquisa do Estado de São Paulo da Fapesp, o que contribuiu para alavancar o seu desenvolvimento. Nesse período, muitos dos docentes passaram a compor diferentes programas de pós-graduação, abrindo oportunidades para alunos de iniciação científica, mestrado, doutorado e pós-doutorado.

Hoje, com 17 docentes e sete servidores técnico-administrativos, o Departamento participa de oito cursos de graduação e cinco programas de pós-graduação. Na área da pesquisa, figura entre os mais produtivos do IB em relação ao número de publicações científicas e captação de recursos externos nas subáreas de Bacteriologia, Micologia, Virologia e Imunologia. Além disso, alguns dos grupos dedica-se à prestação de serviços e atividades de extensão à comunidade.

Mais de 80% dos professores são livre-docentes a quase todos os servidores são graduados. O setor abriga os laboratórios de Bacteriologia; Bacteriologia Médica; Cultura de Células; Diagnóstico Molecular; Imunologia; Imunohistoquímica; Microbiologia ambiental e produtos naturais; Microbiologia de alimentos; Micologia; e Virologia.

Programação do evento comemorativo

O evento, que será realizado no dia 2 de março, terá início com apresentação artística, seguida de discursos dos professores Carlos Alberto de Magalhães Lopes e Augusto Cezar Montelli, além de Sônia Maria Faraldo, também aposentada e que representará os servidores técnico-administrativos.

Na sequência, deverão fazer uso da palavra o atual chefe do Departamento, Ramon Kaneno, a diretora do IB, Maria Dalva Cesario, e o presidente do Grupo Administrativo do Câmpus, Pasqual Barreti. Ao final, haverá descerramento de placa comemorativa, seguida de apresentação de peça pianística com o médico Francisco Habermann.

(Ass. de Imprensa do Instituto de Biociências)