Michelle e Karoline caminham para o primeiro CD

Foi numa manhã de julho de 2008, numa Roda de Viola na Rádio PRF-8 de Botucatu que elas iniciaram a carreira e a paixão pela música sertaneja raiz fez com que não mais se separassem. Incentivadas pela dupla Ramiro Viola e Pardini passaram a cantar juntas e fazer os primeiros shows. Estamos falando de Michele Rosa Dellegues e Ana Karoline Beneditti, ou seja, Michelle e Karoline.

E é por causa de artistas como as “Caboclinhas de Botucatu”? que os grandes mestres da música sertaneja raiz permanecem em evidência durante décadas e mais décadas. Entre eles podemos citar Raul Torres, Angelino de Oliveira, Anacleto Rosa, Zé Fortuna, Patativa do Assaré, Carreirinho, Tião Carreiro, Zacharias Mourão, Dino Franco, Lourival dos Santos, Tonico e Tinoco, Ferreirinha, Pena Branca, Teddy Vieira, João Pacífico, Almir Sater e tantos outros.

Nesses quase seis anos que estão juntas elas têm se destacado nos festivais sertanejos da região e conquistado mais de 20 vitórias cantando em Laranjal Paulista (bi-campeãs – 2009 e 2011); Conchas (bi-campeãs – 2010 e 2011); Pratânia; Taquarituba; Bofete; Porto Feliz; São João; Pereiras; Porangaba; Rafard; Fartura; entre outras, competindo com artistas de todo Estado de São Paulo e de outras regiões do País.

Além dos festivais, Michelle e Karoline também fazem shows em festividades e feiras de toda região com sua banda e já se apresentaram por três vezes no programa Viola Minha Viola na TV Cultura apresentado por Inezita Barroso e estão em busca de realizar o sonho de gravar o primeiro CD. Para isso estão se aprimorando cada vez mais na viola, violão e voz.? ? ? ?

“Estamos na fase de escolha do repertório das músicas que irão ser inseridas no CD. Pretendemos colocar músicas próprias e as de outros compositores, esperando poder contar com o apoio de pessoas interessadas em investir nesse trabalho. Tudo está sendo feito com muito carinho, sempre buscando valorizar nossa música sertaneja raiz que está muito viva dentro de nós”, destacou Michelle.

“Somos gratas, primeiramente, a Deus por ter colocado uma no caminho da outra e a nossa família e amigos que têm nos dado todo apoio. Não vivemos da música e sabemos que a jornada não é fácil, mas sabemos que com perseverança poderemos alcançar nosso objetivo de gravar o CD. O mesmo Deus que dá o dom é o que faz o sucesso acontecer. Assim ocorre com as pessoas que trazem no coração a marca de um destino a ser cumprido”, complementou Karoline.

?