Livro de botucatuense presta homenagem a São Paulo

No seu livro lançado pela Editora Pasavento,  Potiens presta uma verdadeira  homenagem à cidade de São Paulo retratando cenas típicas da capital paulista

 

O escritor botucatuense José Ângelo Potiens. membro correspondente da Academia Botucatuense de Letras (ABL) e União Brasileira de Escritores (UBE),  foi entrevistado no programa Arteletra da TV São Judas pela apresentadora Maria José Petri.

O tema da entrevista foi o seu recente livro “Papo de Anjo”. A matéria vai ao ar no dia 22 de novembro (domingo), às 20h30. Haverá reprises  dia 23 (2ª feira) – 13h30; 24 (3ª feira) – 10h30; 25 (4ª feira) – 19h30;  26 (5ª feira) – 5 horas; e 28 (sábado) – 16 horas;  A TV São Judas está no canal CNU 11 da Net  e no canal 10 ou 187 da Vivo TV.

O livro lançado pela Editora Pesavento é uma verdadeira homenagem à cidade, tanto é que carrega o subtítulo de "Uma radiografia paulistana". Narra a história de Roberto Fidalgo, mais conhecido como Papo de Anjo. Na primeira parte, a narrativa se desenvolve como em um romance linear, na segunda, as aventuras do anti-herói aparecem na forma de contos que trazem à tona, sobretudo, a ginga e o jogo de cintura que muitos acreditam não existir mais nessa ainda desvairada Paulicéia. A edição também conta com algumas fotografias de Chrystian Figueiredo (Divino Studio), retratando cenas típicas da capital.

Papo de Anjo está na mesma linha de obras que imortalizaram tipos da gente de São Paulo, alguma coisa que nos remete, talvez pela evocação das ruas da cidade, a Gaetaninho, o garoto registrado por Antônio de Alcântara Machado em Brás, Bexiga e Barra Funda. Mas há uma diferença: os personagens desses livros vinham de classes sociais distantes da classe média, cenário onde vive e apronta Papo de Anjo. 

 

Bibliografia de Potiens:

– O autor é verbete do "Dicionário dos Escritores Botucatuenses", de Olavo Pinheiro Godoy.

– Conto "Desmemórias" em "Quem Conta um Conto?"

– Crônica "Um e-mail para Anchieta" em "Crônicas: São Paulo 450 anos"

– Conto "Eclipse" em "Coletânea Osman Lins de Contos 2005"

– Poema "Meu Pai se Barbeando" em "Poetas Botucatuenses", de Olavo Pinheiro Godoy

– Poemas "Vem: Não" e "Caçador dos Teus Olhos" em "A Palavra em Prisma"

– Romance "O Evangelho de Marte"

– Romance "Canalha no fio da Navalha"

– Crônica "Na Grande Via Láctea" em "Centenário da Escola Normal Memórias da EECA"

– Crônica "E Tudo Começou com uma Vaca" em "Coletânea 40 anos – Academia Botucatuense de Letras"

– Contos "O Autógrafo de Deus" e "O Mangá da Manga Rosa" em "Encontro Pontual"

– Romance “Papo de Anjo  – Uma radiografia paulistana”