Júri define as dez finalistas do Festival Botucanto

Fotos: Quico Cuter

As dez músicas que farão a grande final do Festival Botucanto 2012 na noite deste sábado a partir das 20 horas, foram definidas na noite desta sexta-feira no Espaço Cultural Antonio Gabriel Marão. Entre as selecionadas está a canção “Gente que amo”, que representa Botucatu e foi escrita por André Moreira e Maurício Beagá. A interpretação é do próprio André Moreira.

O corpo de jurados é formado por Kelly Faé, programadora cultural do Sesi/ SP; Marcelo Pretto, cantor e integrante do grupo Barbatuques; Mário Manga, instrumentista, arranjador e fundador dos grupos Música Ligeira e Premeditando o Breque, depois rebatizado de Premê; Reynaldo Bessa, compositor e poeta, vencedor da primeira edição do Botucanto e Swami Jr. violonista e produtor musical que já trabalhou com artistas como Zeca Baleiro, Vanessa da Matta e Maria Bethânia e, atualmente, é o diretor musical da cantora cubana Omara.

{n}Finalistas{/n}

– Gente que amo – Botucatu/SP
Autores: André Moreira/Maurício Beagá
Intérprete – André Moreira

– Versa e vice – São Paulo/SP
Autores: Marco Vilane/Edu Capello
Intérprete – Marco Vilane

– Rio Coração – São Paulo/SP
Autores – Edson Penna/Edson Penha/Peter Mesquita
Intérprete – Thamires Tannous

– Pelos cantos – Ilha Solteira/SP
Autores: Kico Zamarian/Tavinho Limma
Intérpretes: Kico Zamarian/Tavinho Limma

– Já é – São José do Rio Preto/SP
Autores – Thiago Augusto/André Fernandes
Intérpretes – Thiago Augusto/André Fernandes

– Trinca de Noel – Niterói/RJ
Autores – Marcus Lima/Márcio Proença
Intérprete – Marcus Lima

– Quadro invisível – Chapecó/SC
Autor – Márcio Pazin
Intérpretes – Márcio Pazin/ Carol Pelegrini

– Águia e condor – Ribeirão Preto/SP
Autores – Dimi Zunquê/Márcio Coelho
Intérprete – Dimi Zunquê

– Ame – Cuiabá/MT
Autores – Paulo Monarco/Klauber Garcêz
Intérpretes – Paulo Monarco/Dandara

– Seu tipo – São Paulo/SP
Autor – Marcelo Segreto
Intérprete – Filarmônica de Pasárgada

{n}Noite de samba{/n}

Após a apresentação das músicas do Festival a velha guarda do samba deu o tom da noite com a presença do cantor e compositor João Borba, respeitado no meio das escolas de samba e também na cena musical da noite paulistana, faz um pocket show acompanhado de músicos de primeira linha.

Encerrando a noite, com chave de ouro subiu ao palco do Botucanto um dos conjuntos mais queridos e tradicionais da música brasileira: “Os Demônios da Garoa”, que fez o público lotar as dependências do Espaço Cultural para relembrar e cantar clássicos inesquecíveis da nossa música como “Trem das Onze”, “As Mariposas”, “Samba do Arnesto” e “Saudosa Maloca”.

{n}Encerramento em grande estilo{/n}

Neste sábado (15), noite da finalíssima do Festival, a cantora Bia Góes mostra por que é considerada uma das mais belas vozes da nova música brasileira. Filha da pianista Sílvia Góes e do multinstrumentista Arismar do Espírito Santo, Bia já cantou com Toquinho, Dominguinhos e Osvaldinho do Acordeon. Ela promete botar o público para dançar no pocket show “Todo Mundo quer Dançar Baião”.

No mesmo dia, o pernambucano Lenine encerra o Festival trazendo o show “Chão”, considerado pela crítica um dos mais empolgantes de sua carreira. Vencedor de dois Grammy Latino, Lenine é hoje um dos compositores de maior prestígio na MPB, com canções gravadas por artistas como Maria Rita, Maria Bethânia e Elba Ramalho.