Jornalista Quico Cuter lança o seu segundo livro

Amor, desilusão, aventura, sonho, superstição e otimismo. São esses alguns “ingredientes" que fazem parte do livro “Levitando entre rimas e versos” do escritor e jornalista Quico Cuter, que tem lançamento previsto para o dia 09 de abril, a partir das 19h30,  no Salão Social II da Associação Atlética Botucatuense (AAB),  região central da cidade.

O lançamento faz parte das comemorações dos 160 anos de emancipação político-administrativa de Botucatu. O livro tem apoio do Projeto Pipa, da Secretaria Municipal de Cultura e coincide com o 2º aniversário do jornal impresso Acontece Botucatu e o 5º ano do online.

Este é o segundo trabalho literário do autor, que já  escreveu “Aconteceu Comigo… Peripécias de um repórter”, onde narra com muito bom humor “causos” inusitados (e verdadeiros) que teve durante os seus mais de 30 anos dedicados ao jornalismo.

“Na verdade fiz um apanhado geral de tudo que havia escrito e que continha rimas (ou não). Foi aí que percebi que havia poesias espalhadas por todos os lugares: agendas, gavetas, estante e até no quartinho de ´bugigangas´. Existiam aquelas que eu não fazia a menor idéia de quando haviam sido feitas. Nem por quê. Não obstante, estavam lá. Por isso foi necessário selecionar tudo. Algumas já viraram letras de músicas, outras ainda estão esperando, para quem sabe um dia, ganhar melodias”, explicou Cuter.

Ele revela que, na verdade, a ideia era lançar outro livro semelhante ao seu primeiro com o título “Aconteceu com eles, também!”, que conta fatos polêmicos de outros profissionais da imprensa de Botucatu. Porém, optou por lançar o “Levitando” antes que tem como autor do prefácio o escritor Francisco Marins.  “O   ‘Aconteceu com eles’,  tenho que lançar e mudar de cidade”, brinca.

Além dos livros Cuter é autor teatral e tem em seu currículo quatro peças escritas: “Os Meninos da Favela de Vidro”, “Hospicital”,  “Gertrudes: a Mulher do Cemitério” e o musical infantil “Os bichinhos de Laurinha”, que conta a história de uma garotinha e seu amor pelos animais.

 

Fotos: Valéria Cuter