João Bosco faz o show da final do Festival Botucanto

O cantor e compositor João Bosco vai fazer o show de encerramento da oitava edição do Festival Botucanto, no dia 8 de outubro, no Espaço Cultural Antonio Gabriel Marão. Com quase 40 anos de carreira João Bosco é um dos grandes nomes da MPB. Exímio violonista, intérprete surpreendente e compositor de sucessos mantém o respeito do público e da crítica especializada.

Nascido na cidade mineira de Ponte Nova, João Bosco foi para o Rio de Janeiro no final da década de 1960 a convite do poeta Vinícius de Moraes, de quem viria a se tornar parceiro em várias canções.

Logo conheceu o letrista Aldir Blanc, com quem escreveu mais de uma centena de canções, muitas delas, sucessos inesquecíveis da MPB como “Bala com bala”, “Kid cavaquinho”, “Falso brilhante”, “O Rancho da goiabada”, O bêbado e o equilibrista”, “O Mestre Sala dos mares”, “Galos de briga”, “De frente pro crime”, “Dois prá lá, dois prá cá”, “O ronco da cuíca”, “Corsário”, entre muitas outras.

João Bosco foi um dos compositores mais gravados pela cantora Elis Regina. No final da década de 1970, a gravação de Elis de “O Bêbado e a Equilibrista” transformou a canção no hino do movimento pela anistia aos brasileiros perseguidos pela ditadura militar e num dos grandes clássicos da história da MPB.

Ao longo de sua carreira, João Bosco também foi parceiro de outras figuras importantes da nossa música, como Belchior, José Carlos Capinam, Waly Salomão e Antonio Cícero. Nos últimos anos, seu parceiro mais frequente tem sido seu filho, o poeta Francisco Bosco.

Atualmente, sua canção “Bijuterias” pode ser ouvida na abertura da novela “O Astro”, da Rede Globo. “Trazer o João Bosco era um velho sonho de todos que trabalham na organização do Botucanto”, afirma Osni Ribeiro, secretário municipal de Cultura. “É um dos nomes mais importantes da MPB, um talento imenso que o público de Botucatu vai poder conferir de perto”.

Os outros shows já divulgados pela comissão organizadora do Botucanto são Zé Geraldo, na primeira eliminatória nacional do evento, dia 6 de outubro, e a cantora Tiê, um dos nomes mais cultuados da chamada “nova MPB”, no dia 7 de outubro, segunda eliminatória do evento. Todas as atividades do Festival Botucanto são gratuitas.