IB promove oficinas de férias para alunos do ensino médio

Teve início nesta segunda-feira e segue até o próximo sábado (31/1), a  9ª edição  dos cursos de férias do projeto de extensão universitária  "Difundindo e popularizando a ciência na Unesp: interação entre pós-graduação e ensino básico".  

Compuseram a mesa de cerimônia de abertura das atividades a vice-reitora da Unesp, Marilza Vieira Cunha Rudge; a diretora do Instituto de Biociências (IB) da Unesp, câmpus de Botucatu, Maria Dalva Cesario; a pró-reitora de Extensão Universitária, Mariângela Spotti Lopes Fujita; a coordenadora do projeto Difundindo e Popularizando a Ciência na Unesp junto à Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), professora Carmem Silvia Fernandes Boaro, do Departamento de Botânica do IB; e as secretárias de Educação dos municípios de Botucatu e Laranjal Paulista, respectivamente, Alessandra Lucchesi de Oliveira e Edna Araújo.

A vice-reitora da Unesp falou sobre sua satisfação em participar da abertura desse evento que promove a abertura da universidade à sociedade e incentivou os alunos do ensino básico  ao ressaltar que eles têm possibilidades de ingressar em uma universidade pública.

A diretora do IB disse que essa atividade já está consolidada entre os grandes eventos da instituição e proporciona abordagens de temas multidisciplinares que despertam o interesse de jovens em relação à ciência e ao Instituto.

A professora Carmem afirmou que a cooperação entre os ensinos superior e básico auxiliam no desenvolvimento da comunidade e salientou resultados obtidos nas edições anteriores das oficinas de férias. Segundo ela, ao concluir os cursos, os jovens expõem a satisfação de ter participado das atividades e as perspectivas que se abriram a partir dessa experiência.

A pró-reitora de Extensão Universitária da Unesp comentou que esse projeto alcança a indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão universitária e promove a transformação da realidade.

A secretária de Educação de Botucatu destacou a possibilidade de aprofundamento de conhecimentos proporcionada pelo curso e da satisfação de a Prefeitura Municipal poder apoiar o evento por meio de transporte e almoço que disponibiliza.

A professora Edna Araújo enfocou que as oficinas são uma relevante oportunidade para os alunos adquirirem novos conteúdos e também a importância da parceria entre universidade e ensino básico.    

Após a abertura oficial, a professora Adriane Wasko, do Departamento de Genética do IB e uma das idealizadoras do projeto na instituição, explicou como surgiram as oficinas e a proposta dos cursos de férias.

Durante esta semana, estudantes do Ensino Médio de Botucatu e região participarão das oficinas “Experimentando Genética’; “Investigando a Vida das Plantas”; “Reprodução de A a Z”; “Doenças Tropicais: do amarelão à picada de cobras”; e “Virando a Célula do Avesso”.    

Os conteúdos serão trabalhados por meio de atividades lúdicas e com orientação de docentes e alunos dos programas de Pós-Graduação em Ciências Biológicas (Genética,  Botânica e Biologia Geral e Aplicada) e Biometria do IB e Pós-Graduação em Doenças Tropicais da Faculdade de Medicina (FM) da Unesp.

Os alunos que se destacarem nas oficinas terão a oportunidade de desenvolver estágios em laboratórios do IB por meio do Pibic Júnior (Programa de Iniciação Científica Júnior do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico).