Guri ingressa mais um aluno no Conservatório de Tatuí

Este ano o Projeto Guri completou dois anos de existência em Botucatu e tem muito a comemorar. Nesse período é a segunda vez que um aluno é aprovado no Conservatório Dramático e Musical de Tatuí “Dr. Carlos de Campos”, reconhecido como um dos maiores centros de música, luteria e artes cênicas do Brasil.

Desta vez é uma aluna. A pequena Luana Vitória Gayger Galvão, 10 anos, que cursa violino no projeto desde agosto de 2011. Ela conta que teve seu primeiro contato com o instrumento aos 5 anos de idade e no Guri aperfeiçoou as técnicas.

“Fui conhecer o Conservatório de Tatuí junto com o Projeto Guri e daí veio o desejo de estudar lá. Existiam três vagas para violino e 50 concorrentes. E com muito estudo conquistei esta chance”, diz Luana.

A mãe da pequena Lucélia Gayger menciona que tudo isso é fruto da disciplina e esforço da filha que fora do Guri também estuda bastante. “Não tenho palavras para definir esta conquista é um sonho que se torna realidade. Tocar violino é um dom que ela possui, está no sangue do meu bisavô que também era músico”, comenta.

Para o professor de Luana no projeto, Magbis Ribeiro, a resposta de ingresso da aluna no Conservatório foi recebida com grande alegria. “É um presente para nós esta conquista. Luana sempre foi uma das alunas mais aplicadas e em apenas seis meses de projeto ela já havia mudado de turma por causa de seu excelente desempenho e dedicação”, relata.

O coordenador do Guri em Botucatu, Vinicius Henrique, lembra que no começo de 2012, Vitor Prado foi primeiro aluno do projeto que entrou no Conservatório de Tatuí, no curso de contrabaixo. “Em dois anos de projeto, dois alunos ingressaram para o conservatório. Isto mostra que eles estão se esforçando cada vez mais e que o projeto de Botucatu tem qualidade”, ressalta.

{n}Sobre o Projeto Guri{/n}

O Projeto Guri atua em Botucatu desde abril de 2010, funcionando no período da tarde, das 13h30 ? s 17h30, e está instalado no Espaço Cultural “Antônio Gabriel Marão”, localizado na Avenida Dom Lúcio, Centro, oferecendo aulas de violino, violoncelo, viola clássica e canto coral. Lembrando que, para participar do Guri, os alunos devem ter de 6 a 18 anos incompletos.

O Guri é um projeto socioeducativo e completou 16 anos em 2011. Ele está sob a gestão da Associação Amigos do projeto Guri [AAPG], tendo como principal parceiro mantenedor o Governo do Estado de São Paulo. São oferecidos, no período de contra-turno escolar, cursos de iniciação e teoria musical, coral e instrumentos de cordas, madeiras, sopro e percussão, sendo os instrumentos concedidos pelo próprio projeto. Hoje o Guri atende 54 mil crianças em 414 polos distribuídos em 310 cidades do Estado de São Paulo.