Grupo Passando a Limpo se apresenta em Botucatu

Ouvir música não é só um entretenimento e uma medida para acalmar e relaxar – ela pode trazer diversos benefícios para a saúde. Pesquisas já apontaram que música melhora a memória e pode ser um estímulo para a prática de atividade física.

Ciente dessa realidade e dando sequência ao projeto “Quintas Espetaculares”, a Comissão de Arte e Cultura (CAC) da Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB) promoverá mais um espetáculo artístico. No dia 18 de junho, às 20 horas, no Teatro Gino Carbonari, será realizado um concerto didático de choro com o grupo Regional Passando a Limpo. A entrada é franca.

Formado por quatro músicos, o grupo visa variar a composição instrumental, buscando mostrar as diferentes formações dos chorões com flauta, saxofone, violão, bandolim, cavaco e pandeiro. Por ter se originado no ambiente acadêmico, o grupo tem por característica o estudo constante e a iniciativa em dialogar com a plateia, expondo e explicando o material artístico que executam.

“São músicos que agradam a todos os apreciadores da boa música brasileira e certamente enriquecem jovens e crianças com conhecimento cultural surpreendente, envolvendo a platéia numa noite musical muito especial”, explica Marcela Frigato, diretora artística da CAC.

 

Integrantes

 

. Fernando Stanzione Galizia (Flauta e Saxofone)

. Diego Lima Moreira (Cavaquinho)

. Fernando Gorodski Reisler (Violão de sete cordas)

. Daniel da Silva Antonio (Pandeiro)